Mercado fechará em 4 h 31 min
  • BOVESPA

    108.264,75
    +327,64 (+0,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.890,59
    -708,79 (-1,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,63
    +0,32 (+0,38%)
     
  • OURO

    1.841,30
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    36.726,96
    +3.171,23 (+9,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    838,00
    +27,40 (+3,38%)
     
  • S&P500

    4.410,13
    +12,19 (+0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.364,50
    +99,13 (+0,29%)
     
  • FTSE

    7.354,47
    +57,32 (+0,79%)
     
  • HANG SENG

    24.243,61
    -412,85 (-1,67%)
     
  • NIKKEI

    27.131,34
    -457,03 (-1,66%)
     
  • NASDAQ

    14.219,25
    -281,75 (-1,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1865
    -0,0422 (-0,68%)
     

Bolsonaro edita decreto que inclui rodovias de SC em PPI

·1 min de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O governo federal informou nesta segunda-feira que o presidente Jair Bolsonaro editou decreto que qualifica "para estudos" pelo Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) sete rodovias federais e 25 estaduais em Santa Catarina.

O total de estradas abrangidas pelo decreto é de mais de 3 mil quilômetros, informou a Secretaria-Geral da Presidência da República em comunicado à imprensa.

Segundo o governo, o plano tem como objetivo "aumentar a viabilidade de concessão à iniciativa privada, para que os aportes de investimentos por agentes do mercado e gestão modernizada possam promover a expansão da capacidade logística".

Para isso, a qualificação das rodovias estaduais foi articulada com o governo de Santa Catarina para que, após a conclusão das análises, "seja promovido ato de delegação que legitime a União a firmar os contratos de parceria juntamente com os instrumentos que contemplam as rodovias federais", afirmou a secretaria no comunicado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos