Mercado fechado

Bolsonaro é cobrado por eleitora e se revolta: “Cobre seu governador. Sai daqui”

Presidente Jair Bolsonaro não gostou de cobranças feitas por apoiadora (Foto: AP Photo/Eraldo Peres)

Ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã desta quarta-feira, o presidente da República Jair Bolsonaro foi cobrado por uma mulher, que afirmou ser eleitora de Bolsonaro. Ela segurava um cartaz com o número de mortes por coronavírus no Brasil.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

“Eu estou aqui fazendo cartazinhos só com números para o senhor ver. Porque não são 38 mil de estatística, são 38 mil famílias que estão morrendo nesse momento. São 38 mil pessoas que estão chorando”, diz a mulher.

“Eu vim aqui de todo coração. Eu sinto que o senhor traiu a população”, desabafa. Ao dizer isso, a mulher é reprimida por outros apoiadores do presidente que estão presentes no local.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Ela garante que votou em Bolsonaro e fez campanha para que o atual presidente fosse eleito.

A mulher ainda reclama que o presidente está entregando cargos para o Centrão, o que prometeu que não faria. Bolsonaro, ao ouvir as cobranças, ignora a eleitora.

Leia também

“A população morrendo e o senhor me ignorando?”, pergunta.

Depois, o presidente respondeu e pediu para que a mulher deixasse o Palácio da Alvorada. “Se você quiser falar, sai daqui, que você já foi ouvida. Cobre seu governador. Sai daqui”, disse o presidente. Bolsonaro ainda afirmou que o discurso da eleitora era demagógico e reclamou que o diálogo seria matéria na imprensa o dia todo.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.