Mercado fechado

Bolsonaro diz que vai à posse no Uruguai se vitória de Lacalle Pou for confirmada

Matheus Schuch

O presidente também voltou a afirmar que, “no momento”, não irá trocar ministros de seu governo O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta segunda-feira que irá à posse do novo presidente do Uruguai, caso se confirme a vitória do direitista Luis Lacalle Pou. Com mais de 99,31% das urnas apuradas, o candidato aparece à frente do governista da esquerda Daniel Martínez. O resultado ainda não foi divulgado.

Bolsonaro fala à imprensa ao sair do Palácio da Alvorada

Antonio Cruz/ Agência Brasil

“Acho que dificilmente reverte (a eleição). Se por ventura, ontem, tivesse sido declarado vitorioso, já estava acertado um telefonema nosso para lá, bem como nossa presença na posse”, afirmou. Bolsonaro deixou claro que só irá à posse se a vitória for de Lacalle Pou. Mas admitiu que poderia manter conversas com Martínez em caso de vitória do esquerdista.

Bolsonaro defende ‘GLO rural’ para reintegrações de posse

“O outro eu converso com ele, ele não se manifestou como o da Argentina se manifestou”, disse Bolsonaro na saída do Palácio da Alvorada, onde também aproveitou o momento para afirmar que, “no momento”, não irá trocar ministros de seu governo.

Publicações jornalísticas informaram nos últimos dias que o presidente poderá substituir integrantes do primeiro escalão. Bolsonaro foi questionado sobre a possível saída do ministro da Educação, Abraham Weintraub. "Não está previsto (substituir o titular da Educação). Zero chance no momento de trocar ministro”, afirmou.

Bolsonaro já substituiu quatro ministros desde o início do governo. Na Educação, Weintraub ocupa o lugar deixado pelo colombiano Ricardo Vélez Rodríguez.