Mercado abrirá em 4 h 7 min
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,78 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,60 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    37,30
    -0,09 (-0,24%)
     
  • OURO

    1.881,80
    +2,60 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    13.163,07
    -78,88 (-0,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,51
    -12,18 (-4,47%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,24 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.582,80
    -146,19 (-2,55%)
     
  • HANG SENG

    24.575,94
    -132,86 (-0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.331,94
    -86,57 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    11.229,25
    +96,50 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7382
    +0,0038 (+0,06%)
     

Bolsonaro diz que operação da PF que flagrou aliado com dinheiro na cueca é motivo de “orgulho”

Ana Paula Ramos
·2 minutos de leitura
Brazilian President Jair Bolsonaro waves to supporters from the Alvorada Palace in Brasilia, on July 20, 2020, amid the new coronavirus pandemic. (Photo by EVARISTO SA / AFP) (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Presidente comentou hoje com apoiadores no Palácio da Alvorada caso de vice-líder do governo flagrado pela PF com dinheiro escondido nas nádegas (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (15) que a operação da Polícia Federal que flagrou o vice-líder do governo no Senado, senador Chico Rodrigues (DEM-RR) com dinheiro na cueca, “é um fator de orgulho” para o governo.

Segundo ele, o episódio não tem relação com o seu governo e é prova de que não há proteção para ninguém. O presidente já disse ter “quase uma união estável” com o senador.

Leia também

“Lamento o desvio de recurso, seria bom que não houvesse, porque, afinal de contas, quando você desvia dinheiro da saúde, inocentes morrem, então a operação de ontem é fator de orgulho para o meu governo”, disse a apoiadores no Palácio da Alvorada.

O presidente negou que o episódio tenha relação com o seu governo, que seria composto apenas pelos ministros, presidentes de estatais e dos bancos públicos e voltou a afirmar que, em dois anos, não houve casos de corrupção.

Nos bastidores, assessores dizem que Bolsonaro mandou afastar o vice-líder do cargo, mas, no Palácio da Alvorada, ele não confirmou a saída do senador.

“Alguns acham que toda a corrupção tem a ver com o governo. Não. Nós destinamos dezenas de bilhões de reais para estados e municípios, tem as emendas parlamentares também, e, de vez em quanto, não é muito raro, a pessoa faz uma mal vereação desse recurso. Agora, a CGU tá de olho, a nossa polícia federal tá de olho”, defendeu.

“Se um vereador faz algo de erra, eu não tenho nada a ver com isso. Ou melhor, eu tenho para ir para cima dele, com a Polícia Federal se for o caso, com o apoio da CGU, é isso que nós fazemos”, disse.

Na quarta-feira (14), Chico Rodrigues foi alvo de uma operação da Polícia Federal que investiga o desvio de recursos públicos utilizados no enfrentamento do coronavírus. A Polícia Federal encontrou dinheiro entre as nádegas do senador. Foram encontrados R$ 30 mil na casa do parlamentar.