Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.374,03
    +1.360,56 (+1,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.558,58
    -264,65 (-0,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,67 (-0,77%)
     
  • OURO

    1.839,60
    -3,60 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    42.741,43
    +1.037,46 (+2,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.015,15
    +19,88 (+2,00%)
     
  • S&P500

    4.507,37
    -25,39 (-0,56%)
     
  • DOW JONES

    34.908,33
    -120,32 (-0,34%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    14.960,50
    -73,00 (-0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1461
    -0,0213 (-0,35%)
     

Bolsonaro diz já conversar com possível vice e prevê anúncio em março

·1 min de leitura
Presidente Jair Bolsonaro durante evento no Palácio do Planalto

Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira que já mantém conversas com um possível candidato a vice-presidente para acompanhá-lo em sua chapa na disputa pela reeleição em 2022, e acrescentou que deve anunciar o nome em março.

Bolsonaro comentou que considera, para sua escolha, uma pessoa que agregue votos e "respeitabilidade" à chapa, e não afastou a hipótese de o vice ser novamente um general.

"Já estou conversando com um possível vice... não pode ser um casamento de última hora", disse o presidente em entrevista à Gazeta do Povo.

"O vice que estamos trabalhando aí pode ser um general de quatro estrelas, também pode ser. E vai acontecer em março, talvez um pouco depois, a gente anuncia o nome dele", acrescentou Bolsonaro, que tem como vice atualmente o general da reserva Hamilton Mourão.

O presidente também avaliou que seria interessante levar em conta a origem do vice, preferencialmente do Nordeste ou de Minas Gerais -- importantes redutos eleitorais do país. Ponderou, no entanto, que não adianta apenas pensar na estratégia de votos e ter problemas para governar, se eleito.

"Ter um vice que te atrapalhe, isso é horrível", disse.

Bolsonaro adiantou ainda que já avalia nomes para substituir cerca de uma dezena de ministros que devem deixar seus postos em 2022 para concorrer nas eleições, e afirmou que também levará em conta as sugestões dos próprios ministros para substitutos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos