Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    60.891,13
    -790,44 (-1,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Bolsonaro discursa na ONU e investigações contra a Prevent Senior: as notícias da semana

·2 minuto de leitura

No discurso na abertura da Assembleia-Geral da ONU, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não abriu mão da postura negacionista em relação à pandemia de covid-19. Segundo Bolsonaro, ele falou em "combater o vírus e o desemprego de forma simultânea", culpou o isolamento social pelos problemas econômicos do mundo e defendeu o uso de medicamentos comprovadamente ineficazes contra a doença.

Presidente Jair Bolsonaro abriu a Assembleia-Geral da ONU (Foto: Reprodução/ONU)
Presidente Jair Bolsonaro abriu a Assembleia-Geral da ONU (Foto: Reprodução/ONU)

"Sempre defendi combater o vírus e o desemprego de forma simultânea e com a mesma responsabilidade. As medidas de isolamento e lockdown deixaram um legado de inflação especialmente nos gêneros alimentícios no mundo todo. No Brasil, para atender aqueles mais humildes, obrigados a ficar em casa por determinação de governadores e prefeitos, e que perderam a sua renda, concedemos um auxílio emergencial de 800 dólares para 68 milhões de pessoas em 2020", afirmou.

Crise da Evergrande abala sistema chinês

O mercado brasileiro tem ficado atento às instabilidades que têm atormentado a empresa chinesa Evergrande. O conglomerado de construção civil amarga uma crise e já tem uma dívida acumulada de cerca de US$ 300 bilhões (quase R$ 1,6 trilhão). Sendo a China um dos maiores mercados importadores de commodities brasileiras, o ambiente de fragilidade na construtora vem afetando indicadores da bolsa local

Ministro da Saúde pega covid nos EUA

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testou positivo para a Covid-19 em Nova York (EUA), onde faz parte da comitiva brasileira que acompanha o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

Queiroga não foi o primeiro membro da delegação brasileira a testar positivo. O diplomata responsável pela organização da viagem de Bolsonaro testou positivo no último sábado (18). O brasileiro chegou aos Estados Unidos dias antes da comitiva do presidente, para planejar a viagem de Bolsonaro. Ele faz parte do que se chama de “Ascav”, isto é, Alto Escalão Avançado.

Prevent Senior passa a ser investigada

O Ministério Público Estadual de São Paulo (MP-SP) criou uma força-tarefa nesta quinta-feira (23) para apurar as denúncias de irregularidades contra a operadora de saúde Prevent Senior. Mario Sarrubbo, procurador-geral de Justiça, pediu “atenção total” ao caso.

Integram o grupo os promotores Everton Zanella, Fernando Pereira, Nelson dos Santos Pereira Júnior e Neudival Mascarenhas Filho.

Até agora, a empresa já é investigada no MP, na Polícia Civil e na CPI da Covid por supostamente ter pressionado seus médicos conveniados a tratar pacientes com os medicamentos encontrados no “kit covid”, também conhecido como “tratamento precoce”, que inclui, entre outros, a hidroxicloroquina, comprovadamente ineficaz contra a doença.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos