Mercado fechado

Bolsonaro destaca novo limite de compras trazidas ao país por via terrestre

Juliano Basile

Alteração, que começa a valer em janeiro, beneficia especialmente quem cruza as fronteiras brasileiras para fazer compras no Paraguai O presidente Jair Bolsonaro utilizou o Twitter neste sábado para dizer que, a partir de 1º de janeiro de 2020, o limite de compras livres de impostos “que adentrem ao Brasil por via terrestre, fluvial ou lacustre” passará de US$ 300,00 para US$ 500,00.

A medida foi assinada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e saiu no “Diário Oficial da União” da última quinta-feira. Ela envolve uma determinação do Conselho do Mercado Comum do Mercosul, a Portaria 601.

Initial plugin text

As compras trazidas ao país por via aérea já estão isentas de impostos até o limite estimado de US$ 500,00. No mês passado, o governo dobrou o valor da cota para compras em free shops de portos e aeroportos, para US$ 1 mil, mas manteve o limite para produtos trazidos do exterior.

A maior isenção para de bens transportados por terra beneficia quem cruza as fronteiras brasileiras para fazer compras nos países vizinhos, especialmente no Paraguai.

Ponte Internacional da Amizade, na fronteira do Brasil com o Paraguai

Divulgação / Denit