Mercado fechado

Bolsonaro culpa Judiciário por crise do coronavírus: "Fui tolhido"

Colaboradores Yahoo Notícias
·2 minutos de leitura
O presidente Jair Bolsonaro em Brasília (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)
O presidente Jair Bolsonaro em Brasília (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)

Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a culpar o Poder Judiciário pela crise provocada pela pandemia de coronavírus. O presidente reforçou a narrativa de que o STF (Supremo Tribunal Federal) o impediu de tomar medidas para mitigar o impacto da doença na saúde e na economia e deu esse poder a estados e municípios, embora ministros da Casa nunca tenham eximido o Planalto de responsabilidade.

“Eu tive que tomar decisões mesmo sendo tolhido pelo Poder Judiciário. Se naquele momento, naquela época, até mesmo a chacota estava presente, hoje, graças a Deus, estamos vendo que estávamos no caminho certo”, afirmou o presidente em discurso na manhã deste sábado (19), durante convenção da igreja Assembleia de Deus no Brasil Ministério de Madureira, em Brasília.

Ao lado do governador Ronaldo Caiado (DEM), de Goiás, e do ex-deputado Manoel Ferreira, bispo primaz das Assembleias de Deus Ministério de Madureira, Bolsonaro disse aos pastores e fiéis que, do ponto de vista econômico, o Brasil se saiu bem durante a pandemia, apesar do tombo histórico de 9,7% no segundo trimestre (colocando o Brasil em recessão técnica).

“Passamos por uma grande provação. Ou melhor, estamos no final dela, o momento que se abateu sobre todo o mundo. Na parte econômica, o Brasil foi o que melhor se saiu. Quis o destino também que, na área de saúde, aos poucos, ao se deixar de politizar, a única alternativa que nós tínhamos, começou-se a salvar mais vidas também”, declarou.

Segundo o Ministério da Saúde, mais vidas foram perdidas também. Até a última sexta-feira, a pasta contabilizou 135.793 óbitos, sendo 858 registros nas últimas 24 horas. No mesmo período, 30.797 casos foram confirmados, totalizando 4.495.183 pacientes diagnosticados.