Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.614,91
    -191,18 (-0,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

Bolsonaro cita Auxílio Brasil de R$600 e diz que governo entende sofrimento dos mais pobres

Presidente Jair Bolsonaro

Por Eduardo Simões

(Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro mencionou nesta sexta-feira a elevação do Auxílio Brasil dos atuais 400 reais mensais para 600 reais por mês, em linha com o que disse na véspera o líder do governo no Senado, e afirmou que seu governo entende o sofrimento dos mais pobres em um momento de elevação dos preços.

"Vivemos momentos difíceis no nosso Brasil e no mundo. Uma inflação, um aumento de preço que atinge todo o globo, o mundo todo, mas isso a gente supera, como a imprensa está anunciando que o Auxílio Brasil vai passar de 400 para 600 reais", disse o presidente durante cerimônia de entrega de unidades habitacionais em João Pessoa, capital da Paraíba.

"É o governo entendendo o sofrimento dos mais humildes e dessa forma buscando atender a todos", acrescentou.

Na quinta-feira, o líder do governo no Senado, Carlos Portinho (PL-RJ), disse que o governo quer elevar o valor do benefício do Auxílio Brasil para 600 reais até o final deste ano. O anúncio foi feito a 100 dias da eleição presidencial de outubro, quando Bolsonaro tentará a reeleição. A ideia é incluir a elevação na chamada PEC dos Combustíveis.

Portinho disse também que o governo pretende ainda aumentar o valor do vale-gás e criar uma espécie de voucher no valor de 1 mil reais para caminhoneiros abastecerem com diesel o tanque dos seus veículos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos