Mercado abrirá em 9 h 51 min
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,78 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,60 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    37,68
    +0,29 (+0,78%)
     
  • OURO

    1.879,20
    0,00 (0,00%)
     
  • BTC-USD

    13.258,82
    +41,54 (+0,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    262,34
    -10,35 (-3,80%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,24 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.582,80
    -146,19 (-2,55%)
     
  • HANG SENG

    24.404,87
    -303,93 (-1,23%)
     
  • NIKKEI

    23.258,44
    -160,07 (-0,68%)
     
  • NASDAQ

    11.233,25
    +100,50 (+0,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7397
    +0,0053 (+0,08%)
     

Bolsonaro aparece ao lado de Russomano e confirma apoio: ‘Estou pronto para ajudá-lo’

Anita Efraim
·1 minuto de leitura
Brazil's President Jair Bolsonaro, smiles while speaking at a ceremony launching the housing program "Green and Yellow House," at the Planalto presidential palace in Brasilia, Brazil, Tuesday, Aug. 25, 2020, amid the new coronavirus pandemic. (AP Photo/Eraldo Peres)
Presidente Jair Bolsonaro esteve ao lado de Celso Russomano nesta segunda-feira, no Aeroporto de Congonhas (Foto: AP Photo/Eraldo Peres)

Apesar das promessas de não apoiar candidato no primeiro turno das eleições, Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que vai ajudar Censo Russomano (Republicanos) na campanha à prefeitura de São Paulo.

“Não pretendia entrar nas decisões de eleições municipais, mas Russomano é um amigo de velha data e estou pronto para ajudá-lo no que for preciso”, disse o presidente, que esteve ao lado do candidato nesta segunda-feira, 5.

Bolsonaro chegou a São Paulo nesta tarde para participar de um culto em comemoração ao aniversário do pastor José Wellington Bezerra da Costa, líder das assembleias de Deus no Brasil. Russomano esteve no Aeroporto de Congonhas para se encontrar com o presidente da República.

Apadrinhado por João Doria (PSDB-SP), Covas é o grande opositor de Russomano, próximo a Bolsonaro. Para muitos, a disputa é vista como uma prévia de 2022 na cidade de São Paulo, já que Doria deve ser candidato, enquanto Bolsonaro pode tentar a reeleição.

Leia mais sobre a eleição para prefeitos:

"O que é triste é eles terem armado uma frente para combater o presidente Bolsonaro, usando a prefeitura inclusive, para fazer esse tipo de coisa”, disse Russomano. “Não é assim que se faz política. Então, essa frente que eles estão criando aí, para combater o presidente Bolsonaro, não vai dar em absolutamente nada, pode ter certeza.”

No primeiro debate entre candidatos, Russomano relatou que, no hospital, Bolsonaro pediu para que ele cuidasse de São Paulo.

A pesquisa Ibope mais recente mostra que Russomano tem 26% das intenções de voto, enquanto Covas tem 21%. Guilherme Boulos (PSOL) aparece em terceiro com 8%.