Mercado fechado

Bolsonaro afirma que tratará de equipamentos de Defesa com Trump

Fabio Murakawa

Presidente estará acompanhado do ministro da Defesa em jantar em Mar-a-Lago, na Flórida O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta sexta-feira que conversará sobre equipamentos de Defesa com o presidente americano, Donald Trump, com quem jantará no sábado, no resort de Mar-a-Lago, em Palm Beach, na Flórida.

Bolsonaro contou que levará quatro pessoas ao jantar e confirmou que uma delas será ministro da Defesa, Fernando Azevedo. “Vai ser tratado [de equipamentos de Defesa]. Está previsto o general Fernando ir conosco. Então, vai ser tratado, sim”, afirmou ao chegar ao Palácio da Alvorada.

No entanto, ele não quis detalhar o que será discutido por se tratar de um assunto “reservado”.

Alan Santos/PR

“Ficamos [parados] no tempo na questão de Defesa”, disse Bolsoanro. “E defesa é investimento, em especial quando a questão é pesquisa. O Brasil não pode ficar tão desguarnecido como está por sucateamento do material que foi levado com muita ênfase nos últimos anos por um projeto de poder.”

“As Forças Armadas despreparadas, desmotivadas, são um terreno fértil para que alguns aventureiros ditadores avancem em seus propósitos”, afirmou.

O presidente ainda disse que seu governo acabou com a “desconfiança” que, segundo ele, seus antecessores nutriam pelo governo americano. “Queremos nos unir e nos aproximar cada vez mais. Devemos nos juntar com todos os países, mas em especial com os países melhores do que nós”, disse.

Em breves comentários sobre as eleições municipais de 2020, Bolsonaro disse que não apoiará nenhum candidato no primeiro turno.