Mercado abrirá em 7 h 59 min

Bolsonaro decide afastar vice-líder do governo, flagrado com dinheiro na cueca

Anita Efraim
·1 minuto de leitura
Brazil's Senator Chico Rodrigues reacts during a meeting with Brazilian Federal Deputy Eduardo Bolsonaro (not pictured) at the Federal Senate in Brasilia, Brazil August 9, 2019. Picture taken August 9, 2019. REUTERS/Adriano Machado
Senador Chico Rodrigues foi flagrado com dinheiro na cueca após ser alvo de operação da Polícia Federal (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) decidiu afastar o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) do posto de vice-líder do governo na casa. A atitude foi tomada após o parlamentar ser flagrado com dinheiro na cueca, durante uma operação da Polícia Federal na última quarta-feira, 14, da qual foi alvo. A informação é do blog do Valdo Cruz, do G1.

Um assessor presidencial revelou que Bolsonaro ficou irritado com a situação. Caso Chico Rodrigues não se antecipe e deixe o posto, o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE) deverá tomar providências.

Publicamente, Bolsonaro ainda não se pronunciou sobre o tema. No entanto, nos bastidores, a avaliação do Planalto é que o caso inviabiliza que o senador continue ocupando o poste de vice-líder do governo.

Leia também

Um agravante para o ocorrido foi que, recentemente, o presidente afirmou que havia acabado com a operação Lava Jato, porque não há mais corrupção no governo. Apoiadores de Bolsonaro criticam o abandono da pauta anticorrupção.

Chico Rodrigues foi alvo de uma operação da PF que apura desvios de recursos públicos que deveriam ser usados no combate ao coronavírus. Foram encontrados cerca de R$ 30 mil na casa do senador, que tentou esconder parte dos valores na cueca. O senador nega envolvimento em qualquer ato ilícito.