Mercado fechado

Bolsonaro adota hábito de Trump e passa a tuitar sobre a bolsa

Vinícius Andrade
(Fátima Meira/Futura Press)

(Bloomberg) -- Jair Bolsonaro adotou um dos hábitos do presidente dos EUA Donald Trump no Twitter: comentar o desempenho do mercado financeiro.

O Ibovespa vem renovando máximas históricas nas primeiras sessões do ano em meio a expectativas de que a equipe econômica do novo governo conseguirá enfrentar os problemas fiscais e se empenhará em fortalecer a maior economia da América Latina. O real, por sua vez, lidera os ganhos entre as moedas emergentes neste ano, com o CDS de cinco anos no nível mais baixo desde maio.

“A Bolsa de valores atingiu mais uma máxima histórica. O cenário mundial somou-se ao otimismo no Brasil com o novo governo”, escreveu Bolsonaro em sua conta no Twitter em 9 de janeiro. “Com saúde fiscal e liberdade econômica, vamos resgatar a confiança em nosso país!”

Bolsonaro é um prolífico usuário do Twitter, com quase 3 milhões de seguidores, e recentemente começou a postar em inglês e em português. Foi o segundo dia consecutivo em que ele levou para a plataforma comentários sobre os movimentos do mercado.

Ainda assim, o presidente do Brasil ainda tem um longo caminho para alcançar seu equivalente nos EUA. Desde sua eleição, Trump tuitou mais de 35 vezes sobre o mercado acionário, embora seus comentários tenham se tornado muito menos frequentes desde que as ações deram um mergulho no final de 2018.

O Ibovespa subiu 6,1% em janeiro, sendo negociado em torno de 93.000. Os estrategistas mais otimistas dizem que o índice pode chegar a 120.000 no final do ano.

--Com a colaboração de Sarah Ponczek.

Repórter da matéria original: Vinícius Andrade em Sao Paulo, vandrade3@bloomberg.net

Para entrar em contato com os editores responsáveis: Courtney Dentch, cdentch1@bloomberg.net, Julia Leite, Brendan Walsh

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

©2019 Bloomberg L.P.