Mercado fechará em 4 h 25 min
  • BOVESPA

    110.741,49
    -1.182,44 (-1,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,23 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,17
    +2,19 (+2,74%)
     
  • OURO

    1.804,50
    -5,10 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    17.211,20
    +266,24 (+1,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    407,67
    -3,55 (-0,86%)
     
  • S&P500

    4.047,31
    -24,39 (-0,60%)
     
  • DOW JONES

    34.244,42
    -185,46 (-0,54%)
     
  • FTSE

    7.582,27
    +26,04 (+0,34%)
     
  • HANG SENG

    19.518,29
    +842,94 (+4,51%)
     
  • NIKKEI

    27.820,40
    +42,50 (+0,15%)
     
  • NASDAQ

    11.928,25
    -82,00 (-0,68%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5311
    +0,0371 (+0,68%)
     

Bolsonaristas atacam PRF com barra de ferro e cadeiras em SC

PORTO ALEGRE, RS (FOLHAPRESS) - Após insistirem em bloquear a BR-470 no trecho em Rio do Sul, na região Vale do Itajaí, em Santa Catarina, manifestantes antidemocráticos atacaram agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) nesta segunda (7).

De acordo com a polícia, o confronto começou após a liberação da pista, por volta das 15h30, quando agentes buscavam identificar quem havia desobedecido a ordem judicial de não bloquear a rodovia. Os manifestantes então agrediram agentes com barras de ferro e arremessando objetos.

Dois agentes tiveram lesões leves na cabeça e nos braços. O capacete de um deles ficou amassado por um golpe de uma barra de ferro. Um homem de 37 anos foi preso. A rodovia voltou a ser bloqueada e a PRF solicitou apoio da Tropa de Choque da Polícia Militar no local.

Esse é o último bloqueio no estado, que chegou a ter mais de 30 interdições na semana passada.

Vídeos em redes sociais mostram imagens do confronto, com manifestantes de verde e amarelo mascarados respondendo com agressões e insultos à abordagem dos agentes. É possível ver cadeiras e uma churrasqueira sendo arremessados em direção aos policiais.

À distância, outros agentes atiram bombas de gás lacrimogêneo nos manifestantes.

Mais cedo, pela manhã, houve outra tentativa de reativar um bloqueio da BR-101 em Palhoça, em frente a uma loja Havan, sem sucesso.

Em Novo Progresso (PA), manifestantes antidemocráticos também entraram em confronto com a PRF nesta segunda. Paus, pedras e tiros foram disparados contra os agentes.

Santa Catarina teve as rodovias tomadas por bloqueios após o resultado das eleições presidenciais em 30 de outubro, em um movimento nacional de bolsonaristas que não aceitam a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O estado deu ampla vantagem a Jair Bolsonaro (PL) sobre o petista nas urnas.

O STF (Supremo Tribunal Federal) determinou no dia 1º de novembro o desbloqueio das vias em todo o país, além de multa e prisão dos envolvidos. Desde então, a PRF já desmobilizou mais de mil bloqueios. Nesta segunda, persistem algumas interdições em pontos localizados.

Após três dias de silêncio, Bolsonaro gravou um vídeo pedindo que as rodovias fossem liberadas. Em Santa Catarina, a PRF chegou a utilizar a filmagem para convencer manifestantes a desobstruírem as estradas.