Mercado fechado

Bolsas têm alta firme em NY com maior expectativa sobre estímulos fiscais

Gabriel Roca
·3 minutos de leitura

Movimento de recuperação vem após quatro semanas consecutivas de perdas Os índices acionários em Nova York operam em alta firme neste início de segunda-feira, em movimento de recuperação após quatro semanas consecutivas de perdas. O otimismo de hoje é atribuído à expectativa de retomada das negociações em torno de um novo pacote de estímulos fiscais nos Estados Unidos, que agentes financeiros consideram fundamental para a continuidade da recuperação da economia americana. Perto de 11h15, na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse), o Dow Jones operava em alta de 1,39%, aos 27.552,16 pontos, enquanto o S&P 500 subia 1,22%, aos 3.338,61 pontos. O índice eletrônico Nasdaq registrava ganhos de 1,13%, aos 11.036,41 pontos. Pixabay A presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, disse no fim de semana que há uma chance de que um acordo sobre uma nova rodada de estímulos fiscais seja alcançada. "Confio no secretário [Steven] Mnuchin para representar algo que pode chegar a uma solução e acredito que chegaremos a um acordo", disse Pelosi à CNN. Reportagens indicam que um pacote de ajuda poderia ser votado no início do próximo mês, com Pelosi defendendo um suporte de US$ 2,2 trilhões para ajudar os americanos desempregados e as empresas duramente atingidas pela pandemia de covid-19. "A presidente da Câmara, Nancy Pelosi, afirmou que os democratas estão trabalhando em uma versão reduzida de um pacote de estímulo fiscal complementar", afirmou o analista-sênior de mercados da Oanda, Jeffrey Halley. "É claro que, nos EUA, o que os democratas definem como reduzido, o que os republicanos definem como reduzido e o que os texanos definem como reduzido podem ser coisas bem diferentes", disse, apontando para dificuldades sobre um acordo relacionado à questão. No entanto, segundo ele, o potencial de um avanço na matéria que permita a ambos os lados reivindicar o crédito sobre os benefícios da medida antes da eleição ainda é possível. "Um avanço neste sentido deve ser fortemente positivo para os mercados", afirmou. Ao mesmo tempo, os mercados se preparam para uma volatilidade elevada nas próximas semanas, à medida em que se aproximam as eleições presidenciais americanas. Mesmo com o avanço significativo das ações em Wall Street hoje, o VIX, índice de volatilidade do S&P 500, opera em alta de 1,25%, aos 26,71 pontos. Além disso, crescentes tensões entre os Estados Unidos e a China permanecem em foco. A proibição do governo Trump à popular plataforma de mídia social TikTok foi derrubada por um juiz federal no fim de semana. O Departamento de Comércio dos EUA planeja implementar uma proibição total da plataforma chinesa em 12 de novembro se um acordo para a operação americana do aplicativo não for consumada. Nesta segunda-feira, as ações mais sensíveis ao crescimento econômico vão apresentando performance acima do restante do mercado. Os ganhos setoriais no S&P 500 são mais destacados nos segmentos de energia, financeiro e indústria. Dentro do índice Dow Jones, os papéis da Boeing avançam mais de 4%, os da Chevron sobem cerca de 3% e os da American Expressam têm ganhos de quase 3%.