Mercado abrirá em 1 h 45 min

Bolsas de NY operam em queda com revisão no número de casos do coronavírus

Valor

Nova metodologia elevou volume de infectados e fez temor voltar aos mercados; para estrategista, investidores estiveram "um pouco complacentes" nos últimos dias Os investidores globais reagiram negativamente à revisão chinesa no método de contagem no número de mortos e infectados na epidemia de coronavírus. Após registrarem recordes ao longo da semana, os índices acionários em Nova York se afastaram das máximas na abertura da sessão desta quinta-feira e operam em queda.

Por volta das 12h, na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse), o Dow Jones operava em queda de 0,65%, aos 29.359,38 pontos, enquanto o S&P 500 recuava 0,25%, aos 3.371,08 pontos. O índice eletrônico Nasdaq cedia 0,59%, a 9.668,60 pontos.

O governo da província de Hubei - cuja capital, Wuhan, foi o epicentro do surto do Covid-19 - passou a contar também os casos confirmados por tomografia. Até ontem, eram contados apenas os casos confirmados pelos kits de diagnóstico, que estão em falta. O resultado foi um salto de 14.840 novos casos apenas na província, na contagem de hoje, e um aumento de 254 mortes no país, elevando o total a 1.367. O total de casos confirmados saltou para 60.538.

O crescente número de casos suscitou "uma renovada preocupação com a dinâmica do coronavírus", disse James McCormick, estrategista da NatWest Markets. "Depois de vários dias de relativa calma, é um alerta de que esse processo provavelmente continuará por algum tempo."

Segundo McCormick, os investidores estiveram "um pouco complacentes" nos últimos dias, quando o número de novos casos parecia ter diminuído, ajudando a levar os mercados acionários dos EUA e da Europa a níveis recordes.

AP Photo/Richard Drew

Embora o número de casos confirmados nos EUA seja baixo, de 14, analistas disseram que a interrupção dos negócios e viagens na China pode repercutir na economia americana. Uma queda no turismo e uma desaceleração nas exportações para o país asiático podem reduzir o crescimento anualizado dos EUA em meio ponto percentual no primeiro trimestre, segundo economistas do Goldman Sachs.

As ações da Cisco Systems recuavam mais de 6%, no pior desempenho diário dentro do Dow Jones, após a fabricante de equipamentos de telecomunicações ter afirmado que as incertezas econômicas atrasaram decisões de investimento em algumas empresas, prejudicando o crescimento das vendas.

Em uma sessão de maior aversão ao risco, nove dos onze índices setoriais do S&P 500 operavam em queda no fim da manhã. As empresas de tecnologia, maiores ganhadoras de 2020 até o momento, tinham o pior desempenho do dia.