Bolsas de NY fecham com a maior alta desde eleição

O mercado norte-americano de ações teve nesta sexta-feira sua maior alta desde a eleição presidencial dos EUA, no dia 6, depois da primeira reunião de líderes dos dois partidos no Congresso com o presidente Barack Obama sobre a questão do "abismo fiscal" - os aumentos de impostos e cortes automáticos de gastos públicos previstos para janeiro, caso não se chegue a um acordo antes disso. Os participantes saíram da reunião falando em conversas "construtivas".

Ainda assim, o mercado acumulou quedas na semana. No caso do índice Dow Jones, foi a quarta semana consecutiva de quedas, o que não acontecia desde agosto de 2011; o Nasdaq caiu pela sexta semana consecutiva, na maior sequência de perdas desde julho de 2008.

Entre os destaques da sessão estavam as ações da Dell, que caíram 7,33% em reação a seu informe de resultados; as da rede varejista Gap subiram 0,99%, também em reação a seu balanço.

O índice Dow Jones fechou em alta de 45,93 pontos (0,37%), em 12.588,31 pontos. O Nasdaq fechou em alta de 16,19 pontos (0,57%), em 2.853,13 pontos. O S&P-500 fechou em alta de 6,55 pontos (0,48%), em 1.359,88 pontos. O NYSE Composite fechou em alta de 34,67 pontos (0,44%), em 7.931,55 pontos. Na semana, o Dow acumulou uma queda de 1,77%, o Nasdaq, uma perda de 1,78% e o S&P-500, uma baixa de 1,45%. As informações são da Dow Jones.

Carregando...