Bolsas de NY fecham em baixa com PIB e cautela do Fed

As Bolsas de Nova York fecharam em queda nesta quarta-feira, pressionadas pela contração inesperada no Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos no quarto trimestre do ano passado. As ações da Boeing, que divulgou balanço, encerraram em alta, mas a Research in Motion (RIM), que lançou o novo BlackBerry, teve forte queda e puxou o Nasdaq para baixo.

O índice Dow Jones perdeu 44,00 pontos (0,32%) e terminou a 13.910,42 pontos. O Nasdaq recuou 11,35 pontos (0,36%), fechando a 3.142,31 pontos. E o S&P 500 teve queda de 5,88 pontos (0,39%), finalizando o dia a 1.501,96 pontos.

O PIB norte-americano caiu 0,1% no quarto trimestre de 2012, na comparação com o mesmo período de 2011, de acordo com a primeira estimativa do Departamento do Comércio. O resultado ficou bem abaixo da previsão dos economistas consultados pela Dow Jones, de expansão de 1,0%.

Foi a primeira contração da economia dos EUA desde 2009, quando o país começou a se recuperar da crise financeira mundial. Mas houve alguns sinais positivos no relatório, como o crescimento de 2,2% na economia em 2012, acima do avanço de 1,8% em 2011. Os dados também mostraram que os gastos com consumo pessoal e investimentos das empresas vieram melhores.

Mais cedo, o a ADP/Macroeconomic Advisers divulgou que o setor privado norte-americano criou 192 mil empregos em janeiro, em base sazonalmente ajustada. O dado superou a expectativa dos economistas consultados pela Dow Jones, que previam 165 mil novas contratações.

Mas o grande evento do dia foi a decisão do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), do Federal Reserve. O banco central deixou a taxa básica de juros inalterada entre zero e 0,25% e afirmou que vai manter as compras mensais de US$ 85 bilhões em Treasuries e títulos hipotecários. A autoridade monetária disse ainda que a economia dos EUA fez uma "pausa" nos últimos meses, em função de condições climáticas e outros fatores transitórios.

Mas alguns analistas apontam que a decisão do Fomc foi um pouco menos acomodatícia que a anterior. O novo texto diz: "sem a acomodação política apropriada, o crescimento econômico vai continuar em um ritmo moderado e o desemprego vai recuar gradualmente em direção a níveis que o Comitê julga consistentes com seu mandato duplo". O comunicado anterior afirmava que, sem uma acomodação "suficiente", o crescimento econômico "pode não ser forte o bastante" para gerar uma melhora sustentável no mercado do trabalho.

No noticiário corporativo, as ações da Boeing fecharam em alta de 1,28%, após a companhia divulgar seu balanço do quarto trimestre. A fabricante de aviões teve queda de 30% no lucro líquido, que ficou em US$ 978 milhões (US$ 1,28 por ação). Mas a receita cresceu 14%, para US$ 22,3 bilhões. Analistas consultados pela Thomson Reuters projetavam lucro por ação de US$ 1,19 e receita de US$ 22,36 bilhões. A companhia também fez uma previsão otimista para os resultados de 2013.

Já a canadense RIM, que trocou seu nome para BlackBerry, lançou o novo sistema operacional para smartphones BB10 e novos modelos de aparelhos, o Q10, com teclado, e o Z10, com tela sensível a toque. Mas as novidades parecem não ter agradado aos analistas. Poucas horas após o evento, a S&P Capital IQ cortou sua recomendação para o papel para "vender", de "manter". As ações da empresa negociadas em Nova York fecharam em queda de 12,01%.

Ainda no setor de tecnologia, o Facebook ganhou 1,46% no pregão tradicional. Mas as ações registravam forte queda no after-hours, depois de a empresa divulgar seu balanço assim que o mercado fechou. O lucro líquido caiu 79% no quarto trimestre do ano passado, a US$ 64 milhões (US$ 0,03 por ação). Já a receita cresceu 40%, para US$ 1,59 bilhão. E a Amazon ganhou 4,77%, após reportar que sua margem bruta subiu no quarto trimestre, assim como o lucro operacional.

Entre as blue chips, a General Electric perdeu 1,20%, Exxon Mobil recuou 1,19%, 3M teve desvalorização de 0,99% e Cisco Systems registrou retração de 0,96%. As informações são da Dow Jones.

cotações recentes

 
Cotações recentes
Símbolo Preço Variação % Var 
Seus tickers vistos mais recentemente aparecerão aqui automaticamente se você digitou um ticker no campo "Inserir símbolo/empresa" na parte inferior deste módulo.
É necessário permitir os cookies do seu navegador para ver as cotações mais recentes.
 
Entre para ver as cotações nos seus portfólios.

Resumo do Mercado

  • Moedas
    Moedas
    NomePreçoVariação% Variação
    3,2333-0,0312-0,96%
    USDBRL=X
    3,6161-0,0388-1,06%
    EURBRL=X
    0,8937+0,0009+0,10%
    USDEUR=X
  • Commodities
    Commodities
    NomePreçoVariação% Variação

Destaques do Mercado

  • Líderes em Volume
    Líderes em Volume
    NomePreçoVariação% Variação
    12,81+0,26+2,07%
    PETR4.SA
    3,41-0,17-4,75%
    USIM5.SA
    2,55+0,18+7,59%
    OIBR4.SA
    3,70+0,03+0,82%
    GOAU4.SA
    8,74+0,16+1,86%
    ITSA4.SA
  • Altas %
    Altas %
    NomePreçoVariação% Variação
    0,78+0,20+34,48%
    TIET1.SA
    2,66+0,54+25,47%
    ATOM3.SA
    16,98+2,78+19,58%
    GPCP3.SA
    50,00+7,00+16,28%
    EEEL3.SA
    7,45+0,65+9,56%
    UNIP5.SA
  • Baixas %
    Baixas %
    NomePreçoVariação% Variação
    0,58-0,07-10,77%
    TCSA1.SA
    2,09-0,29-12,18%
    TOYB3.SA
    2,19-0,20-8,37%
    TXRX4.SA
    5,05-0,42-7,68%
    BRIV4.SA
    11,05-0,84-7,06%
    BTTL4.SA