Bolsas de NY devem abrir sem direção; PIB anima

As bolsas de Nova York devem abrir sem direção clara nesta quinta-feira, aguardando a votação do chamado "plano B" dos republicanos no Congresso dos EUA. Mesmo com o dia cheio de indicadores e números do Produto Interno Bruto (PIB) americano superando expectativas, o foco do mercado segue nas discussões políticas em Washington sobre o abismo fiscal. Às 12h15 (de Brasília), o índice Dow Jones futuro caía 0,01%, o Nasdaq ganhava 0,25% e o S&P 500 tinha alta de 0,03%.

Os dados do PIB norte-americano vieram acima do previsto pelos economistas de Wall Street. A taxa de crescimento da economia no terceiro trimestre foi revisada de 2,7% para 3,1%. Os analistas esperavam que ela ficasse em 2,8%.

Mesmo com os dados do PIB e outros indicadores que devem ser divulgados ao longo do dia, o foco das mesas de operação é o abismo fiscal. Nesta quinta-feira deve ser votado Câmara dos Representantes o chamado "plano B" dos republicanos, que prevê pagamento de impostos mais altos em 2013 apenas para os contribuintes que ganham acima de US$ 1 milhão por ano. Como as republicanos são maioria na Casa, o projeto deve ser aprovado. Mas o presidente Barack Obama disse que no Senado, de maioria democrata, o projeto não vai passar.

Em rápida declaração à imprensa nesta quarta-feira (19), o presidente da Câmara, o republicano John Boehner, afirmou que, se o projeto não passar, Obama vai ser responsável pelo maior aumento de impostos da história dos EUA. Em uma entrevista coletiva na Casa Branca, Obama voltou a pedir para os republicanos fazerem um acordo sobre o abismo fiscal antes do dia 31.

"Estamos esperando um acordo de último minuto", escreveu o estrategista de investimentos da corretora Raymond James, Jeffrey Saut. O analista destaca que Boehner, além da pressão das negociações com os democratas, tem a pressão interna, dos próprios republicanos. "Se ele não conseguir costurar um acordo, não deve ser reeleito presidente da Câmara", disse em análise enviada a clientes.

Em 2011, quando foi negociada a elevação do teto da dívida, o acordo entre republicanos e democratas foi fechado no último dia do prazo possível. Por isso, a expectativa de Wall Street é que isso aconteça agora novamente. Sem um acordo, um conjunto automático de cortes de gastos públicos e alta de impostos entra em vigor a partir do dia 2 de janeiro.

No mundo corporativo, o destaque é a Nyse Euronext, que é dona da Bolsa de Valores de Nova York (Nyse). A bolsa concorrente Intercontinental Exchange (ICE) comprou a Nyse por US$ 8,2 bilhões, em um negócio anunciado nesta quinta-feira. No pré-mercado, o papel da Nyse Euronext dispara 39,13% no horário citado acima, enquanto as ações da ICE subiam 5,21%.

Já as ações do Google tinham valorização de 0,44%. Ontem à noite, a empresa anunciou a venda da Motorola Home, que faz decodificadores para televisões e oferece infraestrutura para transmissão de sinais de vídeo. O comprador é a Arris Group, empresa de tecnologia do Estado da Georgia, nos EUA. A operação chega a US$ 2,35 bilhões e inclui pagamento em dinheiro e novas ações. O papel da Arris tinha alta de 5,91% no horário citado anteriormente.

Carregando...