Mercado abrirá em 3 h 21 min

Bolsas europeias operam sem direção única em meio a balanços

Rafael Vazquez
·2 minuto de leitura

Resultados positivos como os do UBS e da Reckitt Benckiser contribuem para melhorar o humor dos investidores As bolsas europeias operam sem direção única na manhã desta terça-feira devido às preocupações com o ambiente político em ambos os lados do Atlântico. Pelo lado positivo, balanços corporativos de empresas importantes, incluindo o banco suíço UBS e a fabricante britânica de produtos de higiene Reckitt Benckiser, contribuem para melhorar o humor dos investidores com relatos de que a pandemia ajudou em vez de prejudicar os negócios. Por volta das 9h, o índice acionário pan-europeu Stoxx Europe 600 oscilava em torno da estabilidade, em leve baixa de 0,07%, aos 366,55 pontos, enquanto o DAX, referência da Bolsa de Frankfurt, caía 0,41%, aos 12.801,55 pontos. O FTSE 100, da Bolsa de Londres, avançava 0,18%, aos 5.895,27 pontos, embora as conversas entre os negociadores do Reino Unido e da União Europeia tampouco estejam sinalizando alguma definição clara sobre um acordo comercial após o Brexit – o período de transição acaba em dezembro e uma lei britânica que permite mudar termos da separação representa mais um obstáculo. Na Bolsa de Paris, o CAC 40 subia 0,19%, aos 4.952,04 pontos. Em Milão, o FTSE MIB avançava 0,55%. Em Madri, a alta do Ibex 35 era de 1,06%. Michael Probst/AP O aumento dos casos de covid-19 na Europa continua preocupando os investidores diante do aumento de restrições em vários países, assim como o impasse político persistente nos EUA, que impede a aprovação de um novo pacote de estímulo fiscal que ajude a sustentar a recuperação econômica. No noticiário corporativo, destaque para o UBS. As ações do banco sobem mais de 3% depois da divulgação de que o lucro do terceiro trimestre quase dobrou graças a um aumento de 42% na receita dos mercados globais. O banco suíço também informou que reservou US$ 1,5 bilhão para recompra de ações e US$ 1 bilhão para pagamento de dividendos no próximo ano. As ações da Reckitt Benckiser subiam 2% à medida que a empresa de produtos de consumo aumentou sua orientação de vendas, agora observando um crescimento percentual de dois dígitos para o ano, graças à demanda por marcas de desinfecção como a Lysol.