Mercado fechará em 5 h 29 min

Bolsas europeias operam em alta com ganhos do setor bancário

André Mizutani

Investidores esperam dados dos EUA e avaliam estímulos anunciados pelo BCE As bolsas da Europa operam em alta, puxadas para cima por sólidos ganhos do setor bancário, que recebe suporte, por sua vez, dos estímulos anunciados um dia antes pelo Banco Central Europeu (BCE).

Perto de 9h40, o índice pan-europeu Stoxx Europe 600 operava em alta de 1,02%, a 369,99 pontos. O FTSE 100, índice de referência da bolsa de Londres, subia 0,90%, o DAX, de Frankfurt, avançava 1,51%, e o CAC 40, de Paris, ganhava 1,76%. Em Milão, o FTSE MIB tinha elevação de 1,24%, enquanto o Ibex 35, de Madri, registrava valorização de 2,17%.

Paul White/AP

O anúncio de uma ampliação de 600 bilhões de euros do programa emergencial de compras de ativos para a pandemia (PEPP) foi compensado pela revisão para baixo das projeções de crescimento do BCE para o Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro. Hoje, porém, a medida parece estar dando suporte para as ações dos bancos, que sobem 3,67% no Stoxx 600, na ponta positiva do índice. O setor bancário é o de maior peso no índice pan-europeu.

Após a divulgação de política monetária, a presidente da instituição, Christine Lagarde, divulgou projeções bastante fracas para o PIB da zona do euro, que apontam uma recuperação dos danos causados pela pandemia apenas depois de 2022. De acordo com Lagarde, as projeções do BCE são de uma queda de 8,7% do PIB da zona do euro em 2020, com uma recuperação de 5,2% em 2021 e de 3,3% em 2022.

Os investidores aguardam nesta jornada a divulgação do relatório do mercado de trabalho americano.

Os mercados acionários globais têm conseguido anotar fortes ganhos nas últimas semanas, a despeito dos dados econômicos ainda bastante negativos. De acordo com dados da Refinitiv, o Stoxx 600 acumulava até o fechamento de ontem ganhos de 36,37% desde a mínima alcançada em março, enquanto, em Nova York, o S&P 500 subia impressionantes 42%.