Bolsas europeias fecham mais cedo e com poucos negócios

Em uma sessão mais curta, as bolsas europeias fecharam perto da estabilidade e com volumes fracos nesta véspera de Natal, a despeito das preocupações com as negociações orçamentárias em curso nos Estados Unidos e dos temores sobre o cenário político da Itália após a renúncia do primeiro-ministro Mario Monti na última sexta-feira (21). As bolsas de Frankfurt e Milão não operaram nesta segunda-feira.

As ações passaram a maior parte do dia movendo-se entre perdas e ganhos muito pequenos, assim como o euro frente ao dólar. O mercado de títulos da Alemanha não abriu para negócios.

Olhando à frente, analistas e investidores continuam atentos a temas que podem render um fim de ano movimentado nas próximas sessões. As negociações orçamentárias em Washington continuam tensas e sem acordo. Na semana passada, os líderes republicanos na Câmara cancelaram a votação de um projeto que buscava evitar parcialmente uma série de cortes automáticos de gastos e aumentos de impostos no começo do próximo ano.

"Com nenhum plano B e a distância entre democratas e republicanos maior do que nunca, há pouco a comemorar nesta temporada de festas", resume Rebecca O'Keefe, diretora de investimentos da Interactive Investor. "O otimismo que empurrou os mercados para um forte rali ao longo das últimas semanas está diminuindo rapidamente em meio aos sinais de que um acordo está mais distante do que nunca", avalia.

Ao mesmo tempo, o premiê interino da Itália, Mario Monti, declarou no domingo (23) que está disposto a liderar o próximo governo italiano. mas não pretende assumir um lado na campanha para as eleições parlamentares de fevereiro. O yield dos bônus italianos de 10 anos reagiu com alta marginal de 0,01 ponto porcentual, subindo a 4,47%, nos negócios desta segunda-feira, enquanto a bolsa de Milão permaneceu fechada.

O dólar mostrou ligeira apreciação frente ao iene após os comentários feitos na véspera pelo primeiro-ministro eleito do Japão, Shinzo Abe, que apelou que o Banco do Japão afrouxe sua política monetária mais agressivamente para ajudar o iene e, dessa forma, impulsione a indústria exportadora do país.

A Bolsa de Londres terminou o pregão em ligeira alta, impulsionada pelas ações da própria London Stock Exchange Group (LSE), que negociou uma extensão no prazo final para sua oferta pela clearing LCH.Clearnet. Agora, a LSE está oferecendo 15 euros (US$ 19,80) por ação para adquirir uma participação de 60% na clearing, abaixo da oferta original, de 19 euros por ação somado um euro em dividendo especial, feita em março deste ano.

O índice FTSE 100, da Bolsa de Londres, fechou em alta de 0,24%, aos 5.954,18 pontos. "Tivemos um rali de Natal moderado neste mês até agora, com o índice subindo cerca de 1% em dezembro, mas pode ser que não venha todo aquele otimismo que alguns esperavam", disse David Jones, da IG em Londres. "Ainda restam três dias de negócios neste ano e os volumes fracos frequentemente poderão exagerar os movimentos, então alguma força poderá surgir antes que 2012 chegue ao fim", observa o analista. A Bolsa de Londres retomará os negócios apenas na quinta-feira (27), devido ao feriado bancário de Boxing Day na quarta-feira (26).

Em Paris, a Bolsa fechou em queda modesta de 0,24%, com o índice CAC 40 aos 3.652,61 pontos. "O fluxo quase inexistente de notícias levou a um pregão com negócios sem direção num dia muito calmo", resumiu um operador baseado em Paris. Os negócios serão retomados na Bolsa francesa também na quinta-feira (27), devido ao feriado bancário de Boxing Day um dia antes.

Em Madri, o índice IBEX35 terminou os negócios em ligeira alta de 0,10%, aos 8.299,50 pontos, impulsionado pela diminuição dos temores sobre eventual necessidade de um resgate da Espanha pela União Europeia. Em entrevista publicada nesta segunda-feira pelo jornal local El Mundo, o primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, previu que 2014 será o primeiro ano em que o país verá a criação de empregos. "Tenho a certeza de que 2014 será um ano de crescimento econômico e geração de emprego", disse ao jornal. Assim como em Londres e Paris, a bolsa madrilenha só reabrirá para negócios na quinta-feira (27).

Em Lisboa, a Bolsa terminou o pregão com ganho de 0,30%, aos 5.710,56 pontos, em uma sessão mais curta e com baixa liquidez. As informações são da Dow Jones.

Carregando...