Bolsas na Europa fecham semana com fortes ganhos

As bolsas da Europa fecharam em alta nesta sexta-feira, impulsionadas pela alta na confiança das empresas da Alemanha e também pelo crescimento da economia do país no terceiro trimestre. Nem mesmo o fracasso na cúpula da União Europeia para discutir o orçamento plurianual do bloco, perto do fim da sessão, reduziu os ganhos dos mercados. O índice pan-europeu Stoxx 600 ganhou 0,6%, fechando a 273,33 pontos. Na semana, o indicador avançou 4%, após perder 2,7% na semana passada.

O índice de confiança das empresas da Alemanha, medido pelo instituto IFO, inesperadamente subiu para 101,4 em novembro, de 100,0 em outubro. A previsão dos economistas era de recuo para 99,5. Uma pesquisa similar na França mostrou que o índice para o ambiente de negócios entre empresários do país subiu neste mês para 88, de 85 em outubro. Também na Alemanha, foram divulgados dados sobre o Produto Interno Bruto (PIB), que, embora tenha perdido força no terceiro trimestre deste ano, cresceu 0,2% antes o trimestre anterior.

Faltando poucos minutos para o fim da sessão nos principais mercados europeus, terminou a reunião de cúpula da União Europeia em Bruxelas, onde os chefes de Estado e governo do bloco se encontraram para discutir o orçamento para o período de 2014 a 2020. Como já era esperado, não houve acordo sobre o orçamento, porque muitos membros querem promover mais cortes de gastos. Agora uma nova reunião deve acontecer em janeiro do ano que vem.

Enquanto isso, seguem as expectativas de que os ministros de Finanças da zona do euro, reunidos no Eurogrupo, cheguem a um acordo sobre a Grécia na reunião marcada para segunda-feira. Nesta sexta-feira, o presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, confirmou que será realizada uma teleconferência amanhã para preparar o terreno para o encontro.

Nesse cenário, o índice DAX, da Bolsa de Frankfurt, subiu 0,89% e fechou a 7.309,13 pontos. Na semana, o ganho acumulado foi de 5,16%. Nesta sexta-feira, as ações da Linde tiveram valorização de 2,01%. Já a ThyssenKrupp ganhou 2,00%, em meio às esperanças de que a companhia está se aproximando de um acordo para vender seus ativos nas Américas.

Na Bolsa de Paris, o índice CAC-40 avançou 0,87%, fechando a 3.528,80 pontos. No acumulado da semana a alta foi de 5,60%. A Alcatel-Lucent perdeu 3,68% nesta sexta-feira, após a forte alta de quinta-feira (22). No campo positivo os destaques são EDF (+4,58%) e Lafarge (+1,89%).

Em Londres, o índice FTSE teve alta de 0,49%, fechando a 5.819,14 pontos. Com isso o avanço no acumulado da semana ficou em 3,81%. Entre os destaques de alta desta sexta-feira aparecem a varejista Kingfisher (+1,34%) e a GKN (+1,87%).

O índice PSI-20, da Bolsa de Lisboa, registrou ganho de 0,08%, fechando a 5.324,31 pontos. O índice FTSE-Mib, da Bolsa de Milão, teve alta de 0,53%, fechando a 15.635,89 pontos. Já na Bolsa de Madri, o índice IBEX-35 avançou 0,43% e fechou a 7.909,60 pontos. As informações são da Dow Jones.

Carregando...