Bolsas asiáticas têm queda, com realização de lucros

A maioria dos mercados acionários da Ásia fechou em baixa, recuando ainda mais após os fortes ganhos da semana passada, que haviam sido desencadeados pelo acordo sobre o abismo fiscal nos EUA. O acordo em Washington varreu um significante excesso de ações, que estava sendo estocado pelos investidores, deixando os mercados à espera de um novo catalisador.

Na Ásia, o próximo conjunto de indicadores a serem divulgados virá da China, que deve apresentar os dados comerciais mensais nesta quinta-feira (10) e, em seguida, o indicador de inflação, na sexta (11). No domingo (13), a China também divulgará o dado de crescimento econômico do quarto trimestre de 2012.

Nesta terça-feira, na China, o índice Xangai Composto recuou 0,4%, para 2.276,07 pontos, e o índice Shenzhen Composto teve alta de 1,1%, a 895,15 pontos. Os investidores realizaram lucros após quatro sessões de ganhos, com maior peso para as ações de bancos e seguradoras, que puxaram os mercados para baixo.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 0,9%, para 23.111,19 pontos. As seguradoras chinesas se movimentaram para baixo, seguindo a China Pacific Insurance, que declinou 2,9% após notícias de que o Carlyle Group vendeu a participação remanescente na seguradora. O acordo, de US$ 796 milhões, acaba com o relacionamento da empresa de private equity com a China Pacific Insurance, depois de pelo menos cinco vendas de ações desde a oferta pública inicial da seguradora em 2009.

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Valores de Seul terminou o pregão em baixa, influenciada pelos vendas líquidas dos investidores estrangeiros no mercado de futuros. Nos setores de máquinas e siderurgia houve realização de lucros. O índice Kospi recuou 0,66%, para 1.997,94 pontos. As ações da Posco perderam 18% e os papéis da Samsung Electronics caíram 1,3%, após perspectivas não muito otimistas de ganhos para este primeiro trimestre, uma vez que a companhia ainda não lançou seu smartphone Galaxy S IV.

Em Taiwan, a Bolsa de Valores de Taipé fechou em queda, com as preocupações sobre o risco de os ganhos das empresas de tecnologia no quarto trimestre de 2012 terem ficado abaixo do esperado. O índice Taiwan Weighted caiu 0,43%, a 7.721,66 pontos. As ações da TSMC, Acer e HTC recuaram, respectivamente, 0,8%, 2% e 4%.

Na Austrália, a Bolsa de Valores de Sydney atingiu sua mínima em cinco semanas, com os setores financeiro, de materiais e industrial conduzindo o declínio, tendo em vista a perda do impulso nos mercados globais, após os ganhos gerados com o acordo para se evitar o abismo fiscal, nos EUA, na semana passada. O índice S&P/ASX 200 perdeu 0,57%, a 4.690,20 pontos. As ações da BHP, Rio Tinto e Fortescue Metals registraram quedas entre 0,8% e 3,1%.

Em Manila, as ações fecharam em alta, com leves ganhos, após caírem durante a sessão por causa de realização de lucros. O índice PSEi avançou 0,1%, para 6048,90 pontos, com alto volume de operações. As informações são da Dow Jones.

Carregando...