Bolsas asiáticas fecham em alta seguindo Europa e NY

As bolsas da Ásia fecharam a sessão desta quinta-feira majoritariamente em alta, acompanhando os ganhos registrados nesta quarta-feira (2) nas bolsas europeias e também em Nova York, onde o índice Dow Jones teve o melhor pregão desde junho. O impulso para os mercados de ações foi dado pelo acordo no Congresso dos EUA para evitar o abismo fiscal. As bolsas da China e do Japão seguiram fechadas nesta quinta-feira.

Na Austrália, a Bolsa de Sydney teve o fechamento mais alto desde maio de 2011, estimulada pelo acordo nos EUA, que elevou acentuadamente o preço das commodities. O índice S&P/ASX 200 subiu 0,74%, para 4.740,68 pontos. Os produtores de minério de ferro, incluindo BHP Billiton, Rio Tinto e Fortescue Metals, registraram ganhos entre 0,8% e 2,4%, enquanto o preço do insumo para a produção do aço permanece firme, com alta acumulada de 67% desde 5 de setembro de 2012.

O índice PSEi, da Bolsa de Manila, nas Filipinas, encerrou a sessão em um novo recorde ao subir 1,3%, para 5.934,05 pontos, com grande volume de negócios. A Bolsa de Taipé, em Taiwan, também fechou em alta. O índice Taiwan Weighted subiu 0,74%, para 7.836,84 pontos. As ações da TSMC avançaram 1,4% e as das Hon Hai ganharam 0,5%. Contudo, os papéis da HTC caíram 3% devido à realização de lucros.

Já a Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, terminou o pregão em baixa, após o ganho robusto de 2,6% nas últimas cinco sessões, à medida que as ações de maior liquidez das empresas de tecnologia e de montadoras recuaram. O índice Kospi cedeu 0,58%, para 2.019,41 pontos. As ações da Samsung Electronics caíram 2,1% e as da Hyundai Motor perderam 4,6%. Os papéis da Kia Motors terminaram o pregão em queda de 3%. As informações são da Dow Jones.

Carregando...