Bolsas da Ásia têm modesta alta após dados da China

As bolsas asiáticas fecharam a sessão com ganhos modestos, influenciadas por dados da China. Uma série de indicadores econômicos divulgados no fim de semana apontou melhora na maior economia da Ásia, mas o último deles, a balança comercial, teve resultados desanimadores e fez com que as ações, que abriram o pregão em alta, perdessem força.

A China apresentou o melhor resultado de produção industrial desde março, com crescimento de 10,1% em novembro, ante o mesmo mês do ano anterior, acima das estimativas dos economistas de 9,8%. O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) subiu 2,0% em novembro, na comparação com o mesmo mês em 2011, depois de avançar 1,7% em outubro, a menor taxa de inflação em três anos.

O último indicador divulgado foi o dado sobre o comércio exterior chinês. A balança comercial da China apresentou um estreito superávit em novembro, de US$ 19,6 bilhões, uma queda acentuada se comparada aos US$ 32,0 bilhões registrados em outubro e abaixo das estimativas de US$ 27,8 bilhões. O índice Xangai Composto subiu 1,1%, para 2.083,77 pontos, e o índice Shenzhen Composto avançou 1,6%, para 798,39 pontos.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng teve alta de 0,4%, para 22.276,72 pontos. Entre os melhores desempenhos de hoje, a China Resources Power Holdings e a Sands China subiram 2,5%. Cnooc atingiu alta de 1,1% depois que o governo do Canadá aprovou uma oferta de US$ 15,1 bilhões pelo controle da empresa de energia Nexen. Essa foi a maior aquisição estrangeira da China. A seguradora AIA também esteve sob foco no pregão, com queda de 0,3%, depois de a AIG se tornar elegível para vender sua participação total de 13,7% na seguradora asiática.

Em Taiwan, a Bolsa de Valores de Taipé fechou em queda em virtude da realização de lucros que pesou sobre diversas ações, as quais haviam registrado ganhos recentemente. O índice Taiwan Weighted perdeu 0,43%, para 7.609,50 pontos. Os papéis da TSMC e UMC caíram, respectivamente, 1,6% e 1,7%. Já os da Hon Hai subiram 0,6%.

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Seul terminou a sessão estável, com as vendas por instituições locais compensando as robustas compras estrangeiras. O índice Kospi fechou em 1.957,42 pontos. As ações da Samsung Electronics, SK Telecom e Korea Gas Corp subiram, respectivamente, 0,7%, 1,3% e 2,4%. Os papéis do KB Financial Group, contudo, recuaram 0,6%.

Na Austrália, a Bolsa de Valores de Sydney fechou em alta, amparada pelos altos rendimentos das ações, pelas recentes compras no exterior e pela elevação dos preços do minério de ferro. O índice S&P/ASX 200 subiu 0,14%, para 4.557,95 pontos. Como os preços à vista do minério de ferro na China avançaram 2,2%, as ações da BHP Billiton e da Rio Tinto ganharam, respectivamente, 0,6% e 1,9%.

Nas Filipinas, as ações fecharam em leve baixa à medida que a realização de lucros atingiu o mercado depois do rali da última sexta-feira. O índice PSEi registrou leve queda de 0,6%, para 5.757,54 pontos. O índice ainda está com alta de 32% até agora no ano. As informações são da Dow Jones.

Carregando...