Bolsas da Ásia fecham em alta com eleição de Obama

A maioria das bolsas asiáticas fechou em alta nesta quarta-feira. Num primeiro momento, os investidores andavam de lado à espera do resultado das eleições presidenciais dos Estados Unidos. Parte dos mercados operava no campo negativo, em ligeira queda. As bolsas da região, contudo, reverteram as perdas após o democrata Barack Obama ter sido oficialmente reeleito.

Este foi o exemplo na Bolsa de Hong Kong. O índice Hang Seng subiu 0,71% e encerrou aos 22.099,85 pontos, com as expectativas de que os EUA irão continuar a sua política de afrouxamento monetário.

Já na China, as bolsas ficaram praticamente estáveis. Os investidores mantiveram a cautela com a política interna, à véspera do início do Congresso do Partido Comunista. O Xangai Composto caiu apenas 0,01% e terminou aos 2.105,73 pontos. O Shenzhen Composto baixou 0,2%, aos 851,64 pontos.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé fechou em alta, com a tendência de elevação dos preços, após a reeleição de Obama. O índice Taiwan Weighted terminou o pregão em elevação de 0,7%, aos 7.287,18 pontos.

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Seul fechou em alta. O índice Kospi avançou 0,49%, aos 1.937,55 pontos.

Na Austrália, a Bolsa de Sydney fechou no nível mais alto em mais de três semanas, com a diminuição das incertezas políticas nos EUA. O índice S&P/ASX 200 subiu 0,71%, aos 4.516,46 pontos.

Já a Bolsa de Manila, nas Filipinas, sofreu com a realização de lucros, após atingir um novo recorde de fechamento na véspera. O índice PSEi caiu 0,66% e fechou aos 5.437,29 pontos. As informações são da Dow Jones.

Carregando...