Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    61.518,56
    +4.395,03 (+7,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Bolsa tem terceira queda consecutiva e volta à casa dos 113 mil pontos

·2 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP: Gráfico dos índices de mercado no pregão da BM & F Bovespa Bolsa de Valores de São Paulo.(Foto: Diego Padgurschi /Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP: Gráfico dos índices de mercado no pregão da BM & F Bovespa Bolsa de Valores de São Paulo.(Foto: Diego Padgurschi /Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Bolsa de Valores brasileira fechou em queda de 1,10% nesta quinta-feira (16), a 113.794 pontos. O dólar subiu 0,57%, cotado a R$ 5,2660.

O resultado do Ibovespa, principal índice da B3, foi afetado pelos recuos de ações de empresas de siderurgia e mineração, que tiveram desempenho novamente prejudicado pela desaceleração econômica da China.

A produção industrial da China está em seu ritmo mais fraco desde julho de 2020. O país também registrou redução no consumo das famílias e preocupações com o avanço dos casos locais de Covid-19 devido à variante delta.

Com a terceira queda consecutiva na semana, o índice se aproximou da casa dos 113.412 pontos registrados no dia seguinte às manifestações de raiz golpista de 7 de setembro.

Desde segunda-feira (13), quando o Ibovespa deu sinal de recuperação ao fechar a 116.403 pontos, o índice já caiu 2,24%.

A redução dos preço do minério de ferro é a principal causa dessa baixa, uma vez que afeta empresas do setor de mineração e siderurgia que compõem quase 17% do Ibovespa, segundo Stefany Oliveira, analista de investimentos da Toro.

"É natural que isso ocorra quando esse segmento tem quedas expressivas e, principalmente, quando outras áreas não conseguem segurar", diz Oliveira.

A Vale (VALE3), ação mais negociada do dia, caiu 4,15%, enquanto a Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3) registrou baixa de 6,18%, a maior do pregão.

No Brasil, o mercado aguarda uma solução para o pagamento de precatórios em 2022.

O governo discute apoiar a aprovação de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) para excluir as dívidas judiciais de R$ 89 bilhões do teto de gastos de 2022.

Nesta quinta, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que deve ser definida na próxima semana uma solução para a questão dos precatórios.

"Chegamos próximo do final da semana e segue indefinida a solução para precatórios, pesando no cenário de incertezas", diz Pietra Guerra, especialista em ações da Clear Corretora.

Nos Estados Unidos, Dow Jones e S&P 500 recuaram 0,18% e 0,16%, enquanto Nasdaq subiu 0,13%, em um dia em que o mercado já esperava realização de lucros após as altas da véspera.

O petróleo Brent subiu 0,26%, a 73,63 dólares (R$ 387,24).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos