Bolsa de Tóquio fecha em queda com recuperação do iene

As ações na Bolsa de Tóquio fecharam em queda acentuada, uma vez que a recuperação do iene causou uma ampla onda de vendas no mercado, liderada por exportadores de tecnologia e empresas financeiras. O índice Nikkei recuou 2,1%, para 10.486,99 pontos, continuando o movimento de queda observado na sessão de ontem, quando caiu 0,4%. Nas três últimas sessões, o índice soma perdas de 3,9%.

O volume de negócios continuou forte, totalizando 3,38 bilhões de ações negociadas.

As ações passaram a cair repentinamente, impulsionadas pela fraqueza do iene que passou a se fortalecer durante a sessão.

Os papéis de exportadores sensíveis ao câmbio fecharam em baixa. A Kyocera recuou 3,9%, a Toyota Motor apresentou queda de 2,0% e Nikon caiu 3,0%. A TDK perdeu 4,1%, após a divulgação de uma reportagem do jornal que dizia que o lucro operacional do grupo, provavelmente, caiu 30% no trimestre entre outubro e dezembro, na comparação anual.

As empresas de finanças, que estavam entre os maiores beneficiados pelas recentes quedas do iene, foram duramente atingidas por mais realização de lucros. A Nomura Holdings recuou 4,5% e a Dai-ichi Life Insurance fechou em queda de 4,9%. Entre os grandes bancos, a Sumitomo Mitsui Financial Group perdeu 1,7%.

As transportadoras tiveram as piores quedas. A Mitsui OSK Lines recuou 6,1% e a Kawasaki Kisen registrou decréscimo de 5,5%. Por outro lado, várias ações defensivas fecharam em alta, uma vez que os fundos conseguiram se afastar dos exportadores. A Japan Tobacco subiu 0,1% e a Tokyo Gas avançou 0,2%. As informações são da Dow Jones.

Carregando...