Bolsa de Tóquio fecha em alta de 0,96%

A Bolsa de Valores de Tóquio fechou em alta nesta terça-feira, com a expectativa de que novas políticas governamentais sejam instituídas além da possível adoção de um programa de flexibilização monetária. Esse contexto ajudou empresas exportadoras como a Canon, e também as companhias do setor financeiro, a exemplo do Mitsubishi UFJ Financial Group e do Nomura Holdings, que conduziram o mercado para nível mais alto. O índice Nikkei subiu 0,96%, aos 9.923,01 pontos, após a alta de 0,9% no pregão anterior. Essa foi a quarta sessão seguida em alta das últimas quatro, estabelecendo um novo nível de máxima em oito meses e meio de fechamento.

O volume negociado totalizou 3,43 bilhões de ações, superando a marca de 3 bilhões de ações comercializadas pela segunda vez nas últimas três sessões. O valor negociado também foi elevado, registrando 1,7 trilhão de ienes (US$ 20,2 bilhões), com o interesse dos investidores estrangeiros que permanece forte, disseram os traders. Os maiores índices se mantiveram em alta desde a abertura do pregão.

"Agora que as eleições para a Câmara Baixa já terminaram, as políticas propostas pelo recém-eleito primeiro-ministro, e líder do Partido Liberal Democrático (PLD), Shinzo Abe, serão as próximas na lista de vigilância", disse o gerente-geral da Chibagin Asset Management, Yoshihiro Okumura.

"As políticas monetária e fiscal agressivas estiveram no centro das eleições", afirmou o estrategista da CLSA equity, Nicholas Smith. "A supremacia da coalizão nessa vitória dá ao novo governo um inequívoco mandato a fim de pôr em prática esses projetos. O Banco do Japão (BoJ, o banco central do país) seria muito imprudente se ignorasse a decisão do povo", disse Smith.

Dentre as ações com maior liquidez, o comportamento foi muito parecido com o da sessão anterior, com o Softbank e a Fast Retailing jogando o Nikkei para cima, fechando em alta de 4,8% e 1,6%, respectivamente. Após uma realização de lucros inicial, as blue chips do setor de exportação foram novamente favorecidas. A Canon somou 3,3%, e a Toyota Motor fechou em alta de 2,8%.

Vária instituições financeiras tiveram bom desempenho, na expectativa de que o BoJ faça ações visando um maior relaxamento monetário. Os papéis da

Nomura Holdings avançaram 6.4%; Daiwa Securities Group ganhou 3.9% e Dai-ichi Life Insurance subiu 3.9%. O Mitsubishi UFJ Financial Group também fechou em alta de 3,8%.

A Tokyo Electric Power registrou alta de 17%, após o ganho de 33% na sessão anterior, com as continuadas compras - muitas delas no exterior - na expectativa de que haja um tratamento mais favorável do novo governo para a empresa.

As ações da Sharp também avançaram 8,6%, com os investidores que continuam recomprando seus papéis, incentivados pela perspectiva de melhora no cenário global, além dos esforços da empresa para fortalecer sua base financeira. As informações são da Dow Jones.

Carregando...