Bolsa de Tóquio encerra na máxima em 9 meses

A Bolsa de Tóquio teve uma forte alta nesta quarta-feira, com o índice Nikkei encerrando no seu maior nível em nove meses, à medida que expectativas persistentes de que o novo governo adotará ações de política monetária impulsionaram exportadores, como a TDK, e empresas financeiras fora do setor bancário, como a Credit Saison. O índice Nikkei subiu 1,5%, ou 150,24 pontos, para 10.230,36 pontos, o nível mais alto desde 27 de março.

A Câmara Baixa do Parlamento do Japão nomeou, oficialmente, Shinzo Abe como primeiro-ministro. Com isso, tem início um novo governo que promete ação rápida e agressiva para levar a economia do país de volta aos trilhos e reformular a política externa.

"Os participantes estavam preparados para agir em qualquer movimento do mercado hoje, tendo em vista que o gabinete (do novo governo) será formado mais tarde", disse Mitsushige Akino, gestor-chefe de fundos do Ichiyoshi Investment Management, acrescentando que o mercado ignorou a realização de lucros significativa em ações importantes, em particular.

Do lado positivo, TDK subiu 4,8% e Toyota Motor avançou 1,3%. A corretora Nomura Holdings teve ganho de 2,8%, com as expectativas de uma futura recuperação do mercado. A Credit Saison subiu 6,9%, após as ações do setor financeiro, excluindo bancos, serem impulsionadas pelas esperanças de queda nos custos dos empréstimos com o novo programa de crédito do Banco do Japão (BoJ). Na mão contrária, a empresa de transporte marítimo Mitsui O.S.K. Lines perdeu 7,5%.

No câmbio, o dólar está sendo negociado acima da marca de 85 ienes pela primeira vez desde abril de 2011. Às 7h40 (horário de Brasília), o dólar estava em 85,42 ienes.

No entanto, alguns observadores do mercado estão cautelosos sobre o recente enfraquecimento do iene. O economista-chefe de mercado da Mizuho Securities, Yasunari Ueno, afirmou que a moeda japonesa está perdendo força porque a política monetária do BoJ está sendo conduzida na direção de um ponto onde a confiança na moeda poderá diminuir. As informações são da Dow Jones.

Carregando...