Bolsa de Tóquio alcança maior alta em quase 8 meses

As ações na Bolsa de Valores de Tóquio subiram nesta quarta-feira, com o índice Nikkei alcançando seu mais alto nível em quase oito meses, com as expectativas de uma recuperação na zona do euro, que deram suporte aos exportadores japoneses como a TDK e Nikon. O mercado ignorou o lançamento de um foguete de longo alcance pela Coreia do Norte durante as negociações da manhã. O índice Nikkei subiu 0,59%, aos 9.581,46 pontos, seu nível mais elevado no fechamento desde 19 de abril. Na sessão anterior, o Nikkei havia caído 0,1%.

O volume de negócios foi relativamente sólido, totalizando 1,94 bilhão de ações comercializadas. As ações foram beneficiadas pelas expectativas de melhora na crise da zona do euro, após o sólido índice ZEW sobre o sentimento econômico divulgado pela Alemanha, o que indicou uma retomada dos mercados europeu e dos EUA. Além disso, o iene esteve mais fraco diante do dólar.

As ações de empresas japonesas subiram rapidamente, especialmente aquelas relacionadas ao setor de semicondutores. A TDK ganhou 3,4%, e a Nikon somou 2,7%.

Os ganhos da Bolsa de Tóquio não foram afetados pelo lançamento do foguete de longo alcance norte-coreano. "O risco geopolítico é limitado", disse o gerente geral de pesquisa da Chibagin Asset Management, Yoshihiro Okumura. "Esse lançamento já havia sido anunciado anteriormente", acrescentou o gerente.

Olhando mais adiante, o foco do mercado está agora sobre o resultado da reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), do Fed, hoje no final do dia, e também nas eleições gerais para a Câmara Baixa, no domingo.

"As expectativas continuam fortes para que haja uma nova administração", disse o gerente geral da divisão de equity da SMBC Nikko Securities, Hiroichi Nishi. "O Fed deve anunciar algumas medidas de relaxamento monetário, mas a tendência de enfraquecimento do iene permanecerá intacta em meio à possibilidade de flexibilização adicional por parte do Banco do Japão (BoJ, o banco central do país) na próxima semana."

As ações da Panasonic subiram 7,2%, seguindo informações na mídia de que a empresa planeja vender sua subsidiária Sanyo Electric, que fabrica câmeras digitais, para a Advantage Partners LLP, em março do próximo ano.

Os papéis da Canon avançaram 2,6%, após a divulgação de um relatório que dizia que a empresa vai fazer cortes mais profundos entre 70 e 80 bilhões de ienes (entre US$ 845 milhões e US$ 966 milhões) para o ano fiscal que se encerra em dezembro, a fim de gerar cerca de 20% mais de economia esperada para este ano.

As ações da Mitsubishi Motors subiram 10%, na sequência de um relatório Nikkei, que apontou que a empresa vai terminar sua produção europeia, o que provavelmente melhorará seu lucro operacional em torno de 15 bilhões de ienes (US$ 181 milhões) por ano. As informações são da Dow Jones.

Carregando...