Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.564,44
    +1.852,44 (+1,57%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.399,80
    +71,60 (+0,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,44
    -0,19 (-0,29%)
     
  • OURO

    1.785,30
    +1,00 (+0,06%)
     
  • BTC-USD

    56.835,00
    +1.962,51 (+3,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.458,70
    +53,40 (+3,80%)
     
  • S&P500

    4.167,59
    +2,93 (+0,07%)
     
  • DOW JONES

    34.230,34
    +97,31 (+0,29%)
     
  • FTSE

    7.039,30
    +116,13 (+1,68%)
     
  • HANG SENG

    28.417,98
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    29.292,43
    +479,80 (+1,67%)
     
  • NASDAQ

    13.512,50
    +21,50 (+0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4262
    -0,0007 (-0,01%)
     

Bolsa sobe com suporte do exterior mas termina semana com sinal negativo

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Bolsa de Valores brasileira encerrou a sessão desta sexta-feira (23) com alta de 0,97%, aos 120.530 pontos, na esteira dos mercados internacionais. No exterior, os índices americanos terminaram a sessão em terreno positivo. Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq Composite avançaram 0,67%, 1,09% e 1,44%, respectivamente. Apesar de o Ibovespa ter conseguido reduzir boa parte das perdas de uma semana mais curta por feriado no Brasil, não conseguiu se firmar acima do patamar dos 121 mil pontos, em meio a movimentos de realização de lucros. A semana também marcou o fim da novela envolvendo o Orçamento de 2021, com o presidente Jair Bolsonaro sancionando o texto na véspera com corte de R$ 19,8 bilhões em dotações orçamentárias e veto à autorização para a criação de cargos na Política Militar e no Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. Ao mesmo tempo, a Presidência anunciou um decreto para promover um bloqueio adicional de mais R$ 9 bilhões nos recursos do Orçamento, medida necessária, segundo o governo, para garantir o cumprimento do teto de gastos. A sexta-feira ainda assinalou a abertura da temporada de resultados do primeiro trimestre de 2021 no Brasil, com Usiminas reportando lucro bilionário, em desempenho que deve ser acompanhado por outras siderúrgicas. Na próxima semana, empresas como Vale, Cielo, CSN, Unidas, Multiplan, Santander Brasil, Weg, Embraer, entre outros, divulgam seus balanços. O dólar, por sua vez, quebrou uma sequência de sete quedas e fechou em alta nesta sexta-feira, mas ainda se manteve abaixo de 5,50 reais e engatou a quarta semana seguida de perdas, após dias de forte redução de posições pessimistas no mercado de câmbio doméstico com algum alívio decorrente do desfecho do Orçamento nas perspectivas fiscais. A moeda americana encerrou a sessão desta sexta-feira (23) com alta de 0,80%, a R$ 5,4990, com o mercado recompondo parte das posições em dólar, mas ainda longe de aproximar a divisa dos patamares mais altos recentemente alcançados.