Bolsa de NY sobe, ajudada por setor de tecnologia

A Bolsa de Nova York fechou em alta nesta quinta-feira, com papéis da peso pesado Intel levando as ações blue chips a encerrar no maior patamar em um mês, enquanto o Nasdaq teve o melhor desempenho entre os indicadores acionários de Wall Street.

O índice Dow Jones fechou em alta de 39,55 pontos (+0,30%), aos 13.074,04 pontos. O S&P 500 avançou 4,66 pontos (+0,33%), para 1.413,94 pontos. O índice Nasdaq subiu 15,57 pontos (+0,52%), para 2.989,27 pontos.

Nos bastidores, no entanto, predominou a análise contínua dos comentários ligados aos esforços para evitar o abismo fiscal, uma série de cortes de gastos e aumentos de impostos automáticos que entrarão em vigor no começo do ano que vem, caso não haja acordo no Congresso.

No fim da sessão em Nova York, o The Wall Street Journal informou que as negociações privadas sobre como evitar o abismo fiscal nos EUA foram retomadas entre os funcionários do presidente da Câmara dos Representantes, John Boehner, e da Casa Branca. "As linhas de comunicação estão abertas", afirmou Michael Steel, um porta-voz do Partido Republicano.

Na agenda de indicadores, o número de trabalhadores norte-americanos que entraram pela primeira vez com pedido de auxílio-desemprego caiu 25 mil, para 370 mil, após ajustes sazonais, na semana até 1º de dezembro, informou o Departamento de Trabalho dos EUA. Economistas ouvidos pela Dow Jones esperavam queda de 18 mil solicitações.

No front corporativo, as ações de tecnologia subiram 0,8%, puxadas pela alta de 1,6% da Intel. A Apple também avançou 1,6%, recuperando-se em parte da queda de 6,4% na sessão anterior, que marcou o maior declínio porcentual diário do papel em quatro anos. As ações da Zynga aumentaram 7,1%, após a companhia anunciar que está tentando obter aprovação para entrar no setor de jogos de azar em Nevada.

Fora do setor de tecnologia, os papéis da Walter Energy avançaram 5,3% com a notícia de que a BHP Billiton estava estudando uma oferta em dinheiro para comprar a produtora de carvão.

Do lado negativo, as ações da Freeport-McMoRan Copper & Gold caíram 4,2%, depois que pelo menos seis analistas rebaixaram a recomendação para os papéis da companhia e enquanto os investidores digeriram as notícias de que a empresa comprou as produtoras de petróleo Plains Exploration Production e McMoRan Exploration, cujas ações recuaram 4,2% e 3%, respectivamente. As informações são da Dow Jones.

Carregando...