Bolsa de NY cai puxada por ações da Apple

O mercado norte-americano de ações opera em leve baixa, com a queda das ações da Apple pesando sobre o índice Nasdaq. Há pouco, as ações da Apple caíam 3,5%, em reação à decisão de um tribunal federal de júri que determinou que a empresa violou três patentes de tecnologias de telefones móveis pertencentes a uma companhia controlada pela Nokia e pela Sony.

Vários indicadores importantes foram divulgados, entre eles o índice de atividade industrial preliminar dos gerentes de compras da China em dezembro (do HSBC), que alcançou 50,9, nível mais alto em 14 meses; o índice de atividade PMI composto da zona do euro subiu a 47,3 em dezembro, nível mais alto em nove meses, mas ainda abaixo dos 50 que separam contração de expansão. Na Alemanha, o índice PMI composto subiu a 50,5, mas o PMI industrial recuou para 46.3. Nos EUA, o índice de preços ao consumidor caiu 0,8% em novembro e a produção industrial cresceu 1,1% em novembro, graças à retomada de atividades de indústrias que haviam sido afetadas pelo furacão Sandy.

Os investidores, porém, estão com as atenções voltadas para as negociações sobre a questão fiscal nos Estados Unidos. "Acho que o abismo fiscal é realmente o que está na mente de todos. As pessoas provavelmente estão tirando o pé do acelerador nas duas direções", comentou Roger Pine, da Briaud Financial Advisors. O chamado abismo fiscal é a situação em que os EUA estarão no começo de 2013, com aumentos de impostos simultâneos a cortes de gastos públicos, caso o Congresso não chegue a um acordo antes disso.

As ações da Adobe Systems subiram 5,7% nesta tarde, em reação a seu informe de resultados; as da Best Buy, do setor varejista, caíam 14,5%, depois de a diretoria da empresa prorrogar o prazo para que Richard Shulze, seu fundador e maior acionista, faça uma oferta pela parcela que não controla.

Às 15h (de Brasília), o índice Dow Jones caía 10 pontos (0,08%), em 13.160 pontos; o Nasdaq recuava 12 pontos (0,41%), para 2.980 pontos; o S&P-500 perdia 3 pontos (0,24%), para 1.416 pontos. As informações são da Dow Jones.

Carregando...