Bolsa de Nova York cria plataforma para negociar ativos no Brasil

(Atualiza com mais detalhes anunciados em entrevista coletiva).

Rio de Janeiro, 5 nov (EFE).- A empresa NYSE Euronext, que opera a Bolsa de Nova York, e a companhia brasileira Americas Trading Group (ATG) anunciaram nesta segunda-feira a criação de um novo mercado financeiro no Brasil que operará a partir do ano que vem.

A nova plataforma se chamará Americas Trading System Brasil (ATS Brasil) e será controlada pela ATG, enquanto a NYSE, como sócia minoritária, fornecerá a tecnologia de operação do mercado, segundo um comunicado.

A criação da plataforma, prevista para 2013, depende da aprovação do Banco Central do Brasil e da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Inicialmente, a ATS Brasil operará no segmento do mercado paralelo ("over-the-counter"), no qual são negociados bônus, futuros, derivados e matérias-primas, entre outros tipos de ativos.

O presidente da ATG, Fernando Cohen, disse que esta nova plataforma não pretende competir com a de São Paulo, a única de ações do país e que também é a maior da América Latina, mas ser "complementar" ao atrair novos investidores e elevar a liquidez do mercado brasileiro.

"Esta iniciativa deve estimular a redução dos custos ao oferecer aos investidores uma melhoria de eficiência e ao criar a possibilidade real de situar o mercado brasileiro dentro dos padrões internacionais", afirmou Cohen, segundo o comunicado.

A nova empresa foi constituída com um capital de US$ 100 milhões, dos quais a ATG forneceu 80,10% e a NYSE o restante, segundo informaram os diretores da companhia em entrevista coletiva.

A meta inicial é monopolizar entre 10% e 15% do volume do mercado financeiro do Brasil no final de 2014, um ano depois do início das operações, segundo seus cálculos. EFE

Carregando...