Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.385,32
    +2.418,08 (+5,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Bolsa fecha estável com Vale mascarando tensão com PEC dos Precatórios

·4 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Bolsa de Valores brasileira fechou perto da estabilidade nesta segunda-feira (8), com os ganhos no setor de commodities mascarando a tensão do mercado em relação à dificuldade do governo em negociar a aprovação da PEC dos Precatórios.

O Ibovespa, índice de referência do mercado de ações do país, caiu 0,04%, a 104.781 pontos. O dólar subiu 0,36%, a R$ R$ 5,5420.

As atenções do mercado estiveram voltadas nesta segunda para as discussões da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que prevê o adiamento parcial do pagamento das dívidas judiciais do governo.

A medida, inicialmente criticada por abrir caminho para o furo no teto de gastos, tem sido avaliada pelo mercado como a saída viável para a acomodação das despesas que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pretende criar no ano eleitoral de 2022, incluindo o pagamento do Auxílio Brasil de R$ 400.

Investidores e agentes financeiros passaram a tolerar a PEC dos Precatórios para, segundo eles, evitar um prejuízo maior com a criação de despesas sem contrapartidas, por meio de medidas provisórias, por exemplo.

Analistas da Clear escreveram nesta segunda que o atraso na votação fortalece o risco de fortalecimento de um plano alternativo que abra espaço no orçamento do ano que vem para garantir o pagamento do auxílio.

"Esse processo poderia envolver outras modalidades de pagamento fora do teto de gastos, colocando ainda mais em xeque a austeridade fiscal do país, o que reflete em cautela nos mercados", escreveu a corretora.

Aprovada em primeiro turno na Câmara dos Deputados com apenas quatro votos além do necessário, a PEC dos Precatórios pode ter encontrado um obstáculo após a ministra do STF ( Supremo Tribunal Federal ) Rosa Weber ter suspendido provisoriamente na última sexta a execução orçamentária das emendas de relator.

O instrumento de distribuição de recursos entre parlamentares, que ficou conhecido como "orçamento secreto", foi usado nas negociações para aprovação da PEC.

O Supremo vai julgar, em sessão virtual extraordinária entre terça (9) e quarta-feira (10), a liminar da ministra.

Integrantes do STF se articulam nos bastidores para evitar que a corte proíba totalmente o pagamento das emendas de relator, evitando assim uma briga direta com o Congresso e o Executivo.

A expectativa é que a PEC dos Precatórios seja votada em segundo turno na Câmara também nesta terça.

No topo da lista dos papéis mais negociados do dia, a Vale subiu 5,44% e a Petrobras avançou 1,16%. As gigantes do setor de commodities impediram assim uma queda mais acentuada da Bolsa.

A alta da Vale levou a Bolsa a um "zero-a-zero" em um pregão marcado por baixas em ações do varejo e outros setores ligados à economia doméstica, segundo Charo Alves, especialista da Valor Investimentos.

"A Vale sofreu muito na semana passada com uma desvalorização de 10% no preço do minério de ferro e, agora, o que vemos é um movimento de correção com a estabilidade da commodity", diz Alves.

Os contratos futuros de minério de ferro para janeiro de 2022 fecharam em alta de 0,81% nesta segunda, a USS$ 88,61 (R$ 492,85) a tonelada.

O sentimento geral em relação à matéria-prima melhorou depois que os dados da China mostraram que o crescimento das exportações no país superou as previsões, mesmo havendo recuo na produção.

O barril do petróleo Brent subiu 1,14%, a US$ 83,68 (R$ 465,43).

Nos Estados Unidos, os índices Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq subiram 0,29%, 0,09% e 0,07%.

Os principais índices de Wall Street foram sustentados, principalmente, pela aprovação de um pacote de infraestrutura de US$ 1,2 trilhão (R$ 6,65 trilhões) nos Estados Unidos.

Após meses de impasse dentro do Partido Democrata, o Congresso dos EUA aprovou o pacote proposto pelo governo de Joe Biden.

Um dos maiores planos de investimentos públicos no país em décadas, a iniciativa vai destinar recursos para modernizar estradas, pontes, transportes, aeroportos, ferrovias e redes de abastecimento de água, energia e internet.

O projeto foi aprovado na sexta com 228 votos a favor e 206 contra, sendo que 13 republicanos votaram a favor da medida e 6 democratas, contra.

Ainda nesta segunda, a Alphabet, controladora do Google, quebrou a barreira dos US$ 2 trilhões (R$ 11,1 trilhões) em valor de mercado pela primeira vez, segundo informações da Bloomberg.

Após um período de semanas oscilando entre baixas e crescimentos moderados, as ações da empresas se recuperaram impulsionadas com o crescimento em ganhos com publicidade e negócios em nuvem.

Suas ações classe A, que no mercado americano equivalem às ações ordinárias da Bolsa brasileira, acumularam cinco sessões de altas.

A Alphabet tem o melhor desempenho este ano entre as cinco maiores ações de tecnologia dos EUA.

No clube de empresas que tocaram a marca dos US$ 2 trilhões estão Apple e Microsoft –que atingiu o valor também neste ano

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos