Mercado abrirá em 2 h 54 min

Bolsa fecha em alta de mais de 2% no primeiro pregão de fevereiro

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Ibovespa encerrou o pregão desta segunda-feira (1º) em alta de 2,13%, a 117.517,57 pontos. A valorização, porém, não foi o suficiente para recuperar a perda de 3,20% do índice na última sexta (29). O movimento desta segunda é fruto do viés positivo no exterior, com a recuperação dos ativos de risco. Nos Estados Unidos, o S&P 500 subiu 1,61%. Dow Jones teve alta de 0,76% e Nasdaq, de 2,55%. Investidores repercutiram dados do PMI (índice de gerentes de compras, na sigla em inglês) Industrial americano, que mostraram um crescimento desse setor no primeiro mês de 2021. O indicador foi a 59,2 em janeiro, após atingir 57,1, em dezembro. De acordo com o levantamento, os EUA registrou um aumento nos novos pedidos domésticos e para exportação, além de um crescimento na produção industrial, por conta da expansão da demanda pelos consumidores. Devido a essa expansão na Indústria, os EUA registraram a maior taxa de criação de empregos desse setor em dois anos. No Brasil, investidores acompanharam as eleições para as presidências da Câmara e do Senado, com os candidatos do governo Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG) sendo apontados como os favoritos para as Casas, respectivamente. Para o mercado, o desfecho das eleições pode levar à aprovação de reformas. A baixa adesão à paralisação dos caminhoneiros também contribuiu para o viés de alta no pregão. A maior alta na sessão foi da Eneva, que saltou 13,51%, após o site Brazil Journal noticiar que a empresa foi escolhida pela Petrobras como vencedora na disputa pelo campo de Urucu, um complexo de sete campos com 34 bilhões de metros cúbicos de gás. A aquisição levaria as reservas da Eneva a dobrarem. A Eletrobras também teve forte ganhos no pregão, após a estatal anunciar, no final da sexta (29), que seu conselho de administração aprovou pagamento de dividendos intermediários no valor de R$ 2,29 bilhões. Investidores também repercutiram a notícia de que Ruy Schneider, conselheiro da Petrobras e presidente do conselho da Eletrobras, seria o favorito para assumir a presidência da companhia, dada por Lauro Jardim no jornal O Globo. Além disso, no fim de semana, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que entre pautas prioritárias para o Congresso está a privatização da Eletrobras. As ações ordinárias (com direito a voto) da Eletrobras subiram 7,46% e as preferenciais (sem direito a voto), 8,98%. Em sua estreia na Bolsa brasileira, a Espaçolaser disparou 17,21%, a R$ 20,98. Nos EUA, as ações da GameStop caíram 30,77%, após dispararem 400% na semana passada com a compra massiva dos papéis por pequenos investidores em uma ação orquestrada pelas redes sociais.