Mercado abrirá em 8 h 57 min
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,33 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,59 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,93
    +0,95 (+1,28%)
     
  • OURO

    1.759,10
    +7,40 (+0,42%)
     
  • BTC-USD

    44.108,77
    +1.895,50 (+4,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.100,05
    -3,01 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,20 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.281,86
    +89,70 (+0,37%)
     
  • NIKKEI

    30.267,49
    +18,68 (+0,06%)
     
  • NASDAQ

    15.368,00
    +49,25 (+0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2570
    +0,0014 (+0,02%)
     

BOLSA EUROPA-Ações fecham estáveis com perdas de serviços públicos compensando ganhos de viagens e bancos

·2 minuto de leitura
Pedestre caminha em frente à Bolsa de Valores de Milão

Por Ambar Warrick e Sruthi Shankar

(Reuters) - As ações europeias fecharam inalteradas nesta quarta-feira, com as perdas no setor de serviços públicos italiano prevalecendo sobre os ganhos com ações de viagens e bancos, enquanto os mercados globais oscilavam em faixas limitadas antes de atualização de política monetária do Federal Reserve desta semana.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou com variação negativa de 0,01%, a 471,84 pontos, após um fechamento recorde em Wall Street na terça-feira. O próprio "benchmark" europeu estava menos de 1% abaixo de seu pico recorde.

As ações de lazer e viagens subiram 1,8% e atingiram seu patamar mais alto em quase duas semanas, enquanto as ações de bancos também avançaram 1,8%.

O setor de serviços públicos registrou o pior desempenho na sessão, recuando 0,8%, com as italianas Terna, Snam e Italgas liderando as perdas após a corretora RBC adotar postura mais negativa sobre suas expectativas de retornos futuros.

As ações alemãs caíram 0,3%.

Um índice que acompanha o sentimento empresarial alemão caiu pelo segundo mês consecutivo em agosto, quando as empresas tiveram uma visão mais sombria sobre os próximos meses devido ao aumento do número de casos Covid-19 e gargalos na oferta, mostrou uma pesquisa do instituto Ifo.

Uma pesquisa da Reuters com 18 estrategistas previu que fortes resultados corporativos manterão as ações europeias em torno dos níveis recordes atuais pelo resto de 2021, enquanto as preocupações relacionadas ao aperto da política monetária dos Estados Unidos, eleições alemãs e repressões regulatórias chinesas limitarão os ganhos.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,34%, a 7.150 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,28%, a 15.860 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,18%, a 6.676 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,12%, a 26.060 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,32%, a 8.977 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,21%, a 5.350 pontos.

(Por Sruthi Shankar em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos