Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    48.621,61
    +862,22 (+1,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.282,75
    -226,75 (-1,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

BOLSA EUROPA-Ações fecham em máxima recorde com balanços bancários e de energia fortes

·2 minuto de leitura
Mulher caminha em frente à Bolsa de Valores de Milão

Por Sruthi Shankar e Ambar Warrick

(Reuters) - Fortes balanços de gigantes, incluindo BP e Société Générale, levaram as ações europeias a fechar em máximas recordes nesta terça-feira, embora os ganhos tenham sido limitados por preocupações com os crescentes casos da variante Delta do coronavírus e medidas regulatórias da China.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,28%, a 1.794 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,2%, a 465 pontos, fechando em uma máxima recorde de 465,38 pontos.

As ações de petróleo e gás foram as que mais ganharam, com a BP avançando 5,6% após elevar seus dividendos e aumentar as recompras de ações diante do salto no lucro trimestral.

O banco francês Société Générale saltou 6,4% depois de aumentar sua previsão de lucro para o ano inteiro, enquanto o Standard Chartered, listado no Reino Unido, subiu 1,0% depois de reportar um lucro maior do que o esperado no primeiro semestre.

Balanços fortes e melhores leituras econômicas iluminaram as perspectivas para as ações europeias neste ano, com expectativa de maiores ganhos em setores economicamente sensíveis.

As ações de viagens e lazer caíram 2,6%, com a disseminação da variante Delta ameaçando mais restrições à mobilidade.

As ações de tecnologia foram abaladas com as autoridades chinesas mirando fabricantes de videogames. A holandesa Prosus, que tem participação na gigante chinesa de tecnologia Tencent, caiu 6,9%, enquanto as fabricantes de videogames Ubisoft e Embracer Group caíram 5,0% e 3,7%, respectivamente.

O setor de tecnologia também esteve entre os que registraram as maiores quedas, depois que a fabricante de chips alemã Infineon Technologies caiu 0,4% devido a enormes interrupções de produção.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,34%, a 7.105 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,09%, a 15.555 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,72%, a 6.723 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,02%, a 25.356 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,16%, a 8.772 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,22%, a 5.123 pontos.

(Por Sruthi Shankar e Ambar Warrick em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos