Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,19
    -0,11 (-0,15%)
     
  • OURO

    1.747,90
    -1,90 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    44.665,64
    +1.405,19 (+3,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.119,70
    +10,78 (+0,97%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    30.144,83
    +505,43 (+1,71%)
     
  • NASDAQ

    15.320,00
    +16,50 (+0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2281
    +0,0031 (+0,05%)
     

BOLSA EUA-Wall St ronda estabilidade antes de ata do Fed

·2 minuto de leitura
Operador na bolsa de Nova York

Por Devik Jain

(Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos rondavam a estabilidade nesta quarta-feira, com os investidores deixando de fazer grandes apostas antes da divulgação da ata da última reunião do Federal Reserve, que provavelmente sinalizará o caminho da política monetária ao longo dos próximos meses.

Microsoft, Nvidia e Tesla, que lideraram o rali de Wall Street ante as mínimas da pandemia no ano passado, ajudavam o mercado a compensar algumas perdas.

Nove dos 11 principais setores do S&P 500 caíam nesta manhã. O subíndice de energia liderava a queda, depois de já ter perdido 4,4% ao longo das últimas quatro sessões, em meio a temores de desaceleração do crescimento global.

Após seis meses consecutivos de ganhos para o S&P 500, as negociações em Wall Street têm apresentado maior volatilidade em agosto -- período sazonalmente fraco para os mercados financeiros norte-americanos -- já que preocupações com a desaceleração do crescimento dos EUA e a propagação da variante Delta do coronavírus ofuscavam uma sólida temporada de resultados corporativos.

O foco nesta quarta-feira estará na ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve, com os investidores buscando esclarecimentos sobre o debate do banco central em torno de quando encerrar seus programas emergenciais, em meio a recuperação forte no mercado de trabalho e inflação mais alta.

"Você tem a pressão da inflação de um lado e, em seguida, compensa parte disso com a depressão que vem da variante Delta, em algum grau. Isso está gerando algumas das oscilações no mercado", disse Johan Grahn, chefe de estratégia de fundos negociados em bolsa da AllianzIM.

Às 11:59 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,11%, a 35.304 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,049909%, a 4.446 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,02%, a 14.660 pontos.

(Por Devik Jain)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos