Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.123,85
    -3.459,16 (-3,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.925,52
    -673,01 (-1,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,36
    -0,93 (-1,24%)
     
  • OURO

    1.737,00
    -0,50 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    41.511,18
    -1.014,07 (-2,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.024,20
    -32,94 (-3,12%)
     
  • S&P500

    4.352,63
    -90,48 (-2,04%)
     
  • DOW JONES

    34.299,99
    -569,38 (-1,63%)
     
  • FTSE

    7.028,10
    -35,30 (-0,50%)
     
  • HANG SENG

    24.262,05
    -238,34 (-0,97%)
     
  • NIKKEI

    29.449,72
    -734,24 (-2,43%)
     
  • NASDAQ

    14.819,00
    +54,25 (+0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3401
    -0,0025 (-0,04%)
     

BOLSA EUA-Wall St cai por temor de redução de estímulo e explosão em Cabul

·2 minuto de leitura
Bolsa NY

(Reuters) - Os principais índices de Wall Street operavam em queda nesta quinta-feira, embora a alguma distância das mínimas da sessão, com temores de uma redução mais rápida do programa de compra de títulos do banco central dos EUA, enquanto operadores também apontavam uma explosão em Cabul como fator de aumento de volatilidade.

Após uma abertura quase estável, todos os três principais índices caíram drasticamente.

Uma explosão nesta quinta-feira do lado de fora do aeroporto de Cabul, no Afeganistão, deixou ao menos 13 pessoas mortas, incluindo crianças, e feriu muitos guardas do Taliban, disse um representante do grupo islâmico.

"A geopolítica não costuma impactar muito o mercado, mas quando uma notícia como essa sai, tende a se mexer um pouco", disse Randy Frederick, diretor-gerente de negociação e derivativos do Schwab Center for Financial Research.

Enquanto isso, o presidente do Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, disse à CNBC que o Fed está "se unindo" em torno de um plano para começar a reduzir seus 120 bilhões de dólares em compras mensais de títulos e parecia cético quanto à moderação da inflação em 2022.

Investidores esperam uma eventual desaceleração das compras de títulos e vão procurar na fala do chefe do Fed, Jerome Powell, prevista para sexta-feira pistas sobre quando e como o banco central dos EUA começará a diminuir os estímulos. Powell fará discurso via webcast no simpósio econômico de Jackson Hole às 11h (de Brasília).

Nesse contexto, estrategistas projetaram que o índice S&P 500 --referência para o mercado acionário dos EUA-- encerrará o ano aos 4.500 pontos, praticamente inalterado ante os patamares atuais, esperando que a recuperação econômica e o crescimento dos lucros percam o ímpeto.

Dados mostraram que a economia dos EUA cresceu um pouco mais rapidamente do que se pensava inicialmente no segundo trimestre, em uma segunda estimativa de crescimento do PIB, enquanto os pedidos de seguro-desemprego aumentaram em 4 mil, para 353 mil, em dados com ajuste sazonal e referentes à semana encerrada em 21 de agosto.

Às 12:59 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,19%, a 35.337 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,358526%, a 4.480 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 0,26%, a 15.003 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos