Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.101,30
    -456,09 (-0,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Bolsa cripto Gemini busca capital com avaliação de US$ 7 bilhões

·1 min de leitura

(Bloomberg) -- A Gemini Trust, bolsa de criptomoedas fundada por Tyler e Cameron Winklevoss, busca levantar US$ 400 milhões em uma rodada de financiamento que avaliaria a empresa em cerca de US$ 7 bilhões, segundo pessoas com conhecimento do assunto, que pediram para não serem identificadas.

Most Read from Bloomberg

A Gemini pode entrar para o clube de empresas do setor de criptomoedas como Coinbase Global e ConsenSys ao aproveitar condições de mercado favoráveis e atrair maior interesse de investidores tradicionais para levantar capital. O bitcoin atingiu cotação recorde de US$ 68.991 em 10 de novembro, mas devolveu parte dos ganhos nos últimos dias.

Nenhum plano foi finalizado, e os termos ainda podem ser alterados. Uma porta-voz da Gemini, com sede em Nova York, não respondeu de imediato a um pedido de comentário.

Os “valuations” de startups cripto estão nas alturas, e novos financiamentos podem ajudar a buscar aquisições ou reforçar a equipe em meio à expansão internacional ou lançamento de produtos. Os recursos extras podem ser úteis em meio à competição crescente e à medida que mais investidores de varejo e instituições mergulham no mundo das criptomoedas.

Os gêmeos Winklevoss, que ficaram conhecidos quando desafiaram Mark Zuckerberg sobre quem inventou a rede social Facebook, há muito tempo apostam no bitcoin. Além de investirem em startups do setor de criptomoedas, transformaram a Gemini em uma bolsa cripto focada em conformidade.

A Gemini recentemente registrou cerca de US$ 268,3 milhões em volume diário, segundo o rastreador CoinMarketCap.com, em comparação com US$ 30,2 bilhões da rival Binance.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos