Mercado fechado

Bolsa brasileira tem pior semana desde crise econômica de 2008

JÚLIA MOURA
**ARQUIVO** SÃO PAULO,SP, 29.01.2019: Vista de painel eletrônico da Bovespa (Bolsa de Valores). (Foto: Cris Faga/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Mesmo com a forte recuperação do Ibovespa nesta sexta-feira (13), a Bolsa brasileira registrou a pior semana desde a crise financeira de 2008. Desde segunda (9), o índice se desvalorizou 15,63% e terminou cotado a 82.677 pontos, o menor patamar desde as eleições de 2018, que elegeram Jair Bolsonaro presidente.

A semana, marcada pela aversão a risco frente aos impactos econômicos do coronavírus, também foi uma das mais voláteis da história. Nesta sexta, o Ibovespa chegou a subir 15,4% na abertura e operar perto da estabilidade por volta das 12h30.

O índice, contudo, voltou a ganhou força à tarde e fechou em alta de 13,91%. Na véspera, ele despencou 14,8% depois de dois circuit breakers —paralisação das negociações em quedas acentuadas, na pior queda diária desde 1998, ano marcado pela crise russa.

“As pessoas aproveitaram para comprar coisas barata logo cedo, mas muita gente embolsou ganhos. Quem vai querer terminar o pregão posicionado hoje sem saber o que acontece sábado ou domingo? Melhor dormir tranquilo”, afirma Henrique Esteter, analista da Guide. ​

Analistas apontam que a mínima do índice nesta sexta se deve à notícia da Fox News de que Boslonaro teria testado positivo para o coronavírus. A informação foi negada pelo presidente.

“Estamos enfrentando três fatores: a crise econômica, com dados e economia fracos, uma crise política, com conflitos entre o Congresso e equipe econômica atual e agora o coronavírus e a interrupção de atividades. Somamos a isso o clima de aversão global e temos o câmbio estressado”, diz Ilan Arbetman, da Ativa Investimentos.

Na última semana, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), trocaram provocações acerca da responsabilidade sobre medidas para amenizar os efeitos econômicos do coronavírus. Segundo Guedes, no pior dos cenários, a economia brasileira pode crescer apenas 1% em 2020 devido a doença.

Na quarta, o Congresso impôs derrota ao governo Bolsonaro ao derrubar veto do presidente Bolsonaro e ampliar o número de famílias atendidas pelo BPC (Benefício de Prestação Continuada), pago a quem está em situação de extrema pobreza.

A medida aumenta o gasto do governo em R$ 20 bilhões por ano e coloca em xeque a sustentabilidade o teto de gastos, considerado essencial pelo mercado financeiro para deter a trajetória de endividamento do governo.

Nesta sexta, o dólar subiu 1,02%, a R$ 4,8280, novo recorde nominal (sem contar a inflação). Na máxima do dia, a moeda foi a R$ 4,879. O dólar turismo está a R$ 5 na venda. Em casas de câmbio, é vendido acima desse patamar.

Na sessão, o Banco Central (BC) vendeu R$ 2 bilhões em leilão de linha —venda com compromisso de recompra.

Na semana, em que a cotação do dólar comercial superou os R$ 5 pela primeira vez na história, a moeda americana acumula alta de 4%. Essa é a maior valorização semanal desde novembro de 2019, quando Lula saiu da prisão em Curitiba, e Estados Unidos e China estavam em conflito pela guerra comercial entre os países. ​

Nos últimos dias, o dólar e o Ibovespa também acompanharam movimentos globais. Com uma maior confiança na economia americana, o dólar ganhou força ante a maior parte das divisas globais, como o euro e a libra.

Nesta sexta, o presidente americano, Donald Trump, declarou estado de emergência nos EUA, o que libera até US$ 50 bilhões em gastos. Ele também anunciou testes gratuitos para o coronavírus, que vão funcionar como um "drive thru", em que a pessoa não precisa sair do seu carro para que uma amostra seja recolhida.

Mais cedo, a presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, disse que a casa iria aprovar medidas contra a crise do coronavírus, independente das negociações com o governo de Trump. Além do teste gratuito, democratas querem licença médica paga e maiores benefícios para os desempregados.

As medidas deixaram investidores mais confiantes. O rendimento do título do Tesouro americano disparou para 0,989% ao ano, maior patamar desde 4 de março. Dow Jones subiu 9,36%, S&P 500, 9,29% e Nasdaq, 9,35%.

Na Europa, o índice Stoxx 600, que reúne as maiores companhias da região, subiu 1,4%. Londres teve alta de 2,46%, Paris, 1,83% e Frankfurt, 0,77%.

O Petróleo também se recuperou. O barril do tipo Brent subiu 4,43%, a US% 34,69.

Na quinta (12), Estados Unidos e Europa tiveram a maior queda diária desde a Segunda-Feira Negra, em 1987, quando o índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, desabou 22,61%. A desvalorização veio depois que Trump proibiu a entrada nos EUA de estrangeiros que tenham passado na Europa nos últimos 14 dias.

A queda, contudo, foi amenizada pela injeção de US$ 1,5 trilhão em liquidez no mercado anunciada pelo Fed, banco central americano.

Um rendimento maior do Tesouro é sinal de menor aversão a risco do mercado. Enquanto investidores estão mais confiantes e compram ações, muitos resgatam investimentos nesses títulos, que são mais seguros. O movimento faz o rendimento destes títulos subir.

Com menor aversão a risco, o mercado voltou a precificar corte na Selic na próxima reunião do Copom. Segundo a curva de contratos de juros futuros, a redução deve ser de 0,25 ponto percentual, o que levaria a Selic para 4% ao ano.

O risco-país brasileiro medido pelo CDS (Credit Defautl Swap) de cinco anos, medida acompanhada pelo mercado financeiro para avaliar a capacidade de um país honrar suas dívidas, caiu 16,5%, a 258 pontos, maior patamar desde outubro de 2018, período marcado pelas eleições presidenciais.

Na véspera, ele saltou 42%, a segunda maior alta diária da história do índice, que surgiu em 2001.

No exterior, o CDS do Chile caiu 6,5% e o da Argentina, 37%, enquanto o da Turquia subiu 8,5%.

  • Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (28/03/2020)
    Finanças
    Canaltech

    Os melhores lançamentos de filmes e séries para assistir online (28/03/2020)

    Seleção está repleta de filmes recém-saídos dos cinemas, um reflexo da nova política de disponibilizá-los online o quanto antes. Aves de Rapina, Bloodshot, Jumanji 2 e Adoráveis Mulheres são os grandes destaques. Confira a lista completa do que assistir online

  • P40 vs. Galaxy S20 vs. iPhone 11: quais são as diferenças?
    Finanças
    Canaltech

    P40 vs. Galaxy S20 vs. iPhone 11: quais são as diferenças?

    A Huawei apresentou os novos P40, P40 Pro e P40 Pro+ para competir diretamente com as linhas Galaxy S20 e iPhone 11. Depois de compararmos os modelos "do meio", confira se vale a pena investir no P40 tradicional ao invés do Galaxy S20 e iPhone 11

  • Demo de Life Is Strange 2 está disponível para download
    Finanças
    Canaltech

    Demo de Life Is Strange 2 está disponível para download

    Jogo desenvolvido pela DONTNOD e produzido pela Square Enix vem em formato episódico, contando a história dos irmãos Sean e Daniel Diaz, que precisam fugir de sua casa em Seattle após viverem um evento trágico em suas vidas; Demo pode ser baixada no PS4, Xbox One ou PC

  • Para que serve o imposto de renda?
    Finanças
    Yahoo Finanças

    Para que serve o imposto de renda?

    Para que serve esta prestação de contas com o governo federal? E por que tanta gente teme o IR?

  • Finanças
    Valor Econômico

    Sem licitação, Planalto contrata nova empresa de mídias sociais

    IComunicação Integrada produzirá conteúdo digital na campanha do Palácio do Planalto, intitulada 'O Brasil não pode parar' Em meio à crise do coronavírus, a Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República contratou, por R$ 4,8 milhões e sem licitação, uma nova agência

  • Finanças
    Valor Econômico

    Daniel Azulay morre aos 72 anos; artista tratava câncer e contraiu covid-19

    Desenhista ficou famoso principalmente na década de 1980 Famoso principalmente na década de 1980, o desenhista Daniel Azulay morreu hoje aos 72 anos. A informação foi confirmada ao UOL pela esposa, Beth Azulay. O educador e artista plástico tratava de um câncer e contraiu a covid-19, doença provocada

  • Finanças
    Valor Econômico

    AGU vai recorrer de decisão que exclui igrejas de atividades essenciais

    A decisão foi tomada pela 1ª Vara Federal de Duque de Caxias (RJ) e inclui ainda casas lotéricas A Advocacia-Geral da União (AGU) afirmou que vai recorrer da decisão da Justiça do Rio que suspendeu trechos de decreto do presidente Jair Bolsonaro. O governo elencou igrejas e lotéricas no rol de atividades

  • Finanças
    Valor Econômico

    Restoque adia para 30 de março divulgação de balanço

    A publicação estava prevista para esta sexta-feira (27) A Restoque Comércio e Confecções de Roupas informou, em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta noite, que a sua agenda de divulgação de resultados foi alterada. As Demonstrações Financeiras relativas ao quarto trimestre

  • Finanças
    Valor Econômico

    Tenda cancela Assembleia Geral Ordinária marcada para 28 de abril

    A nova data de realização da AGO ainda não foi definida, diz comunicado A Construtora Tenda informou, em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta noite, que foi cancelada a realização de Assembleia Geral Ordinária (AGO) marcada para 28 de abril. A nova data de realização da AGO

  • Finanças
    Valor Econômico

    Mesmo com restrições, aeroporto de BH recebe deportados dos EUA

    Um grupo de 44 pessoas foi a 12ª leva de brasileiros a desembarcar no Aeroporto Internacional de Confins (a 37 km de Belo Horizonte) Um grupo de 44 pessoas foi a 12ª leva de brasileiros a desembarcar no Aeroporto Internacional de Confins (a 37 km de Belo Horizonte), no início da tarde desta sexta-feira

  • Finanças
    Valor Econômico

    Distrito Federal registra primeira morte pelo novo coronavírus

    Vítima, um homem de 46 anos, morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Sobradinho O Governo do Distrito Federal (GDF) confirmou a primeira morte pelo novo coronavírus no DF. A vítima, um homem de 46 anos, morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Sobradinho. Ele tinha hipertensão e diabetes

  • Finanças
    Valor Econômico

    Lucro da Eletrobras cai 77% no 4º trimestre de 2019, para R$ 3,12 bilhões

    Ebitda ficou em R$ 3,204 bilhões no 4º trimestre, queda de 74% frente a igual intervalo de 2018 A Centrais Elétricas Brasileira (Eletrobras) teve queda de 77% em seu lucro líquido, atribuível aos controladores, no 4º trimestre de 2019 na comparação com o mesmo período de 2018. No último trimestre do

  • Stone propõe usar maquininha para repassar recursos a pequenos negócios
    Finanças
    Folhapress

    Stone propõe usar maquininha para repassar recursos a pequenos negócios

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Stone sugeriu ao governo que as credenciadoras de maquininhas sirvam como repassadoras de recursos para micro, pequenas e médias empresas. A empresa estima que a medida pode movimentar entre R$ 100 bilhões e R$ 150 bilhões. De acordo com o presidente da Stone, Augusto Lins

  • Finanças
    Folhapress

    Novo modelo de cesta básica pode reduzir subsídios em R$ 12 bilhões

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O governo estuda um redesenho do modelo da cesta básica que pode reduzir em cerca de 75% o subsídio destinado hoje ao consumo dos produtos. A medida pode reduzir as renúncias em R$ 12 bilhões por ano. A intenção é fazer com que os benefícios sejam destinados somente às classes

  • Entenda ponto a ponto os últimos anúncios do governo Bolsonaro para empresas e trabalhadores
    Finanças
    Folhapress

    Entenda ponto a ponto os últimos anúncios do governo Bolsonaro para empresas e trabalhadores

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira (27) medidas de estímulo para micro e pequenas empresas e o envio de uma proposta de emenda à Constituição para liberar a contratação de crédito diretamente com o Banco Central, medida permitida a autoridades monetárias

  • Pequenas e médias empresas terão R$ 40 bi para pagar salário
    Finanças
    Folhapress

    Pequenas e médias empresas terão R$ 40 bi para pagar salário

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O governo anunciou que vai abrir uma linha de crédito emergencial para pequenas e médias empresas financiarem folha de salários. O programa demandará R$ 40 bilhões e será custeado em maior parte pelo Tesouro Nacional. O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou

  • Sem produção, povo terá dinheiro, mas prateleiras estarão vazias, diz Guedes
    Finanças
    Folhapress

    Sem produção, povo terá dinheiro, mas prateleiras estarão vazias, diz Guedes

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em pronunciamento divulgado nesta sexta-feira (27), o ministro da Economia, Paulo Guedes fez coro ao presidente Jair Bolsonaro ao afirmar que, sem produção econômica, a população terá recursos financeiros, mas as prateleiras dos mercados estarão vazias. Bolsonaro é crítico

  • Finanças
    Folhapress

    XP prevê queda do PIB de 1,9% por coronavírus e fala em risco político no Brasil

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A XP Investimentos revisou a projeção para o PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro em 2020 de crescimento de 1,8% para retração de 1,9%. "Esperamos que o impacto negativo já seja sentido no primeiro trimestre e que atinja seu efeito máximo no segundo trimestre desse

  • Google deve cancelar tradicional brincadeira de 1º de abril
    Finanças
    Canaltech

    Google deve cancelar tradicional brincadeira de 1º de abril

    Gigante de Mountain View costuma realizar várias piadinhas sobre o Dia da Mentira nas diversas plataformas de seu ecossistema, algumas até bastante elaboradas. Mas como o momento de COVID-19 não está muito propício para brincadeiras, a companhia decidiu adiar este ano

  • Câmeras do Mi 10 e Mi 10 Pro ganham uma série de novos recursos; confira
    Finanças
    Canaltech

    Câmeras do Mi 10 e Mi 10 Pro ganham uma série de novos recursos; confira

    No mesmo dia do lançamento da linha Mi 10 na Europa, a Xiaomi aproveitou para divulgar uma série de novos recursos para a câmera dos celulares. A atualização inclui grandes melhorias na gravação de vídeos em 8K e ajustes durante as filmagens

  • Falta gás em São Paulo e preço do botijão já está mais caro na quarentena
    Finanças
    Folhapress

    Falta gás em São Paulo e preço do botijão já está mais caro na quarentena

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Falta gás de botijão nas distribuidoras de São Paulo e os consumidores já sentem no bolso o aumento de preços durante a quarentena para conter o contágio do novo coronavírus. Na capital paulista, clientes reclamam que precisam ficar em filas nas portas de diversos estabelecimentos

  • Finanças
    Folhapress

    Conta de luz não terá cobrança extra em abril

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os consumidores não terão que pagar mais caro na conta de energia do mês de abril, anunciou nesta sexta-feira (27) a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). A bandeira tarifária permanecerá verde no próximo mês, o que significa que há condições favoráveis de geração

  • 18 jogos que estão gratuitos para jogar durante o isolamento em casa
    Finanças
    Canaltech

    18 jogos que estão gratuitos para jogar durante o isolamento em casa

    Diversas plataformas estão oferecendo jogos gratuitos para este final de semana, contemplando vários gêneros; a maior parte se concentra nos PCs, mas também há opções para entusiastas dos consoles; confira a lista completa!

  • Bolsonaro diz que emprestou Granja do Torto para Guedes morar
    Finanças
    Folhapress

    Bolsonaro diz que emprestou Granja do Torto para Guedes morar

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta sexta-feira (27) que ofereceu a Granja do Torto para o ministro Paulo Guedes (Economia) morar temporariamente, durante o período da crise do coronavírus. "Eu não sei se [Guedes] já voltou para cá [Brasília]. Ele

  • Quanto tempo pode durar a pandemia da COVID-19?
    Finanças
    Canaltech

    Quanto tempo pode durar a pandemia da COVID-19?

    Cientistas divergem sobre a duração da pandemia do novo coronavírus, isso porque previsões dependem de quais medidas serão tomadas para o controle das transmissões. As piores estimativas falam de mais de um milhão de mortes