Mercado abrirá em 2 h 39 min
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,33 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,59 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,95
    +0,97 (+1,31%)
     
  • OURO

    1.746,70
    -5,00 (-0,29%)
     
  • BTC-USD

    43.932,85
    +778,35 (+1,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.094,83
    -8,23 (-0,75%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,20 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.066,02
    +14,54 (+0,21%)
     
  • HANG SENG

    24.208,78
    +16,62 (+0,07%)
     
  • NIKKEI

    30.240,06
    -8,75 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.280,75
    -38,00 (-0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2436
    -0,0120 (-0,19%)
     

BOLSA ÁSIA-Ações de Hong Kong e China retomam queda por temores regulatórios e salto da Covid

·2 minuto de leitura
Telão em Xangai mostra flutuações dos mercados acionários

XANGAI (Reuters) - As ações de Hong Kong e da China retomaram sua queda nesta sexta-feira após mostrarem recuperação na sessão anterior, com os principais índices registrando seu pior desempenho mensal em anos, já que as persistentes preocupações com repressões regulatórias superaram as tentativas de Pequim de acalmar os mercados.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou em queda de 0,8% e registrou sua maior perda mensal desde outubro de 2018, enquanto o Índice de Xangai recuou 0,42%, registrando seu pior mês desde maio de 2019.

As ações de tecnologia de Hong Kong despencaram novamente, levando o índice de referência Hang Seng para sua maior queda mensal desde outubro de 2018. O Hang Seng fechou em queda de 1,4%, após mostrar alta de 3,3% na quinta-feira

Investidores globais têm abandonado ações de empresas chinesas depois que Pequim proibiu aulas particulares com fins lucrativos em matérias escolares básicas, medida que vem após repressões ao setor de tecnologia mais cedo este ano. As medidas regulatórias voltaram a despertar preocupações sobre os riscos de investir na China.

Um ressurgimento de casos de Covid-19 na China continental também diminuiu o apetite por risco dos investidores.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,80%, a 27.283 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,35%, a 25.961 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,42%, a 3.397 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,81%, a 4.811 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,24%, a 3.202 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,89%, a 17.247 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,43%, a 3.166 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,33%, a 7.392 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos