Mercado abrirá em 9 h 26 min

Boletim: após 30 dias do primeiro caso, Brasil tem 2.919 infectados e 77 óbitos

Fidel Forato

Completando, hoje (26), 30 dias do primeiro caso confirmado da COVID-19 no país, em live nas redes sociais, o Ministério da Saúde atualiza o número dos últimos casos da doença e apresenta balanço da situação. De acordo com os dados informados pelas secretarias estaduais da saúde, o Brasil registra, até às 17h desta quinta-feira (25), 2.919 pessoas infectadas pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).


Sobre os óbitos, são 77 casos registrados em decorrência da doença. Até ontem, somente os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Amazonas, Pernambuco e Rio Grande do Sul tinham mortes confirmadas.

Números atualizados

Segundo as últimas informações do Ministério da Saúde, a região Sudeste registra 1.665 casos do novo coronavírus, o que representa 57% das infecções brasileiras. Após a região considerada como o epicentro nacional da epidemia, estão Nordeste (457), Sul (392), Centro-Oeste (275) e Norte (126).

Atualmente, todos os estados do país registram casos do novo coronavírus, mas nem todas as regiões apresentam o mesmo nível de transmissão — como o Norte, que tem apenas 4% dos casos da COVID-19.

A seguir, confira o mapa detalhado por estados do órgão:

Estado de São Paulo registra o maior número de casos da COVID-19 no país (Imagem: Reprodução/ Ministério da Saúde)

Na divisão entre estados, São Paulo segue com o maior número de casos do país (1.052) e de óbitos (58). Em seguida, está o Rio de Janeiro, onde são 421 confirmações e nove mortes em decorrência da infecção.

Além disso, já são oito estados que registram óbitos. São eles, Amazonas, Ceará, Pernambuco, Goiás, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, além de São Paulo e Rio de janeiro. Ontem (26).

Quanto ao histórico da epidemia no Brasil, foi no dia 26 de fevereiro que o Ministério da Saúde o confirmou o primeiro caso da COVID-19 no país e, por consequência, o primeiro da América Latina. Quem detectou a infecção em um homem de 61 anos, morador da cidade de São Paulo, que esteve na Itália entre os dias 9 e 21 de fevereiro, foi o Hospital Israelita Albert Einstein.

Chatbot do Ministério

Em parceria com o Facebook e o WhatsApp, o Ministério lançou um chatbot, já em funcionamento, que responde dúvidas da população sobre sintomas, métodos de prevenção, protocolos de atendimento, além de desmentir fake news. Para consultar a ferramenta, o usuário deve adicionar aos seus contatos o número (61) 9938-0021 e iniciar a interação.

57% dos casos do novo coronavírus se concentram na região Sudeste (Imagem: Reprodução/ Ministério da Saúde)


Também foi lançado um novo painel para o acompanhamento dos casos do coronavírus no país, ainda em fase de aprimoramento, mas que já pode ser acessado aqui. Por conta de um elevado número de acessos, a ferramenta anterior apresentava instabilidade e foi retirada do ar.


Sobre a novidade que aumentará a transparência do governo sobre a epidemia para a população, o secretário do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira, explica que o sistema será integrado: "A partir de meia-noite de hoje as unidades de saúde, os municípios e os estados vão gerenciar seus dados na nova plataforma, para dar resposta e transparência para população".


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: