Mercado fechará em 6 h 9 min
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,19
    +3,01 (+4,55%)
     
  • OURO

    1.789,40
    +12,90 (+0,73%)
     
  • BTC-USD

    57.208,57
    -932,02 (-1,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.468,45
    +25,68 (+1,78%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.158,92
    +99,47 (+1,41%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.383,75
    +233,25 (+1,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3558
    -0,0142 (-0,22%)
     

"Bola de fogo" atravessa o céu nos Estados Unidos a apenas 88 km de altitude

·1 min de leitura

Na última terça-feira (9), moradores dos estados a sudeste dos Estados Unidos relataram ter visto uma "bola de fogo" brilhando no céu durante o fim da tarde. De acordo com informações publicadas pela NASA no Facebook, o objeto em questão era um meteoro que passou pelo estado da Georgia e do Alabama em uma trajetória "rasante" a cerca de 88,5 km de altitude — algo bastante raro de acontecer.

O meteoro era do tipo “earthgrazer”, nome dado aos objetos que passam pela atmosfera da Terra em uma trajetória tão rasa que deslizam rapidamente por grandes distâncias na atmosfera superior. Segundo a publicação da NASA, eles raramente “saltam” pela atmosfera e retornam ao espaço. Graças a câmeras da agência espacial, foi possível fazer registros de sua passagem para determinar algumas informações, como trajetória e órbita.

Confira imagens da passagem do objeto:

Os oficiais da NASA descrevem que o meteoro entrou na atmosfera em um ângulo de apenas 5º, considerado bastante raso, e que foi visto inicialmente à altitude de apenas 88 km no céu da cidade de Taylorsville, em Utah. Depois, o objeto seguiu na direção nordeste, viajando a mais de 60 mil km/h. “O caminho foi tão longo que nosso software automatizado não aguentou todos os dados”, disseram na publicação.

Uma nova análise dos dados do meteoro foi conduzida no dia seguinte, mostrando que a bola de fogo viajou por quase 300 km. “Os cálculos revisados colocam o ponto final do objeto a 54 km acima da cidade de Lutts, no Tennessee”, explicaram. Até o momento, não foi possível estimar o tamanho da rocha, mas os cientistas acreditam que se trate de um pequeno fragmento de um asteroide que estava de passagem.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos