Bolívia deverá ser o próximo membro pleno do Mercosul

A Bolívia deverá ser o próximo país a iniciar o processo para se tornar membro pleno do Mercosul. Nesta sexta-feira, na abertura da Cúpula de chefes de Estado do Mercosul, em Brasília, a presidente Dilma Rousseff saudou a decisão do presidente boliviano Evo Morales de integrar seu país ao bloco. Já o Equador, que até agora tinha as conversas mais adiantadas, decidiu esperar mais um pouco. De acordo com o presidente Rafael Correa, o país ainda precisa analisar o impacto da decisão na economia equatoriana.

"Estamos muito interessados em entrar no Mercosul, mas para um país sem moeda nacional, o único o que lhe sobra para corrigir potenciais problemas no setor externo e da balança de pagamentos é a política comercial, e isso é o que limita quando se entra nesses acordos", disse Correa ao chegar no Palácio do Itamaraty para a Cúpula do Mercosul e Estados associados.

Correa afirma que existem "coincidências ideológicas" com a maioria dos países do bloco e também com "coincidências em visão comercial", mas que o fato do país ter que adotar a tarifa externa comum (TEC) limita a política externa comercial e especialmente a política tarifária. Segundo o presidente equatoriano, para adotar a TEC, o Equador precisaria aumentar as tarifas de 4 mil linhas de produtos e, para ele ainda mais grave, reduzir de outras 2 mil linhas. "Isso limita nossa política externa comercial e particularmente a política tarifária. Então estamos acabando todos os estudos para então tomar uma decisão definitiva. Mas estamos muito felizes que nos tenham convidado a ser parte do Mercosul como estado pleno", afirmou.

Já a Bolívia resistiu por mais tempo a iniciar as negociações por problemas políticos internos, mas na semana passada o presidente Evo Morales declarou que iria tornar a Bolívia membro pleno se não houvesse conflito com a Comunidade Andina. "Saudamos com muito entusiasmo a decisão da Bolívia. A entrada da Bolívia torna o Mercosul muito mais forte", disse a presidente Dilma Rousseff.

Carregando...