Mercado fechará em 1 h 48 min
  • BOVESPA

    111.976,29
    +3.194,14 (+2,94%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.263,09
    -818,24 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,50
    +1,26 (+1,63%)
     
  • OURO

    1.765,00
    +9,70 (+0,55%)
     
  • BTC-USD

    16.417,54
    +108,10 (+0,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    387,58
    -1,14 (-0,29%)
     
  • S&P500

    3.947,72
    -16,22 (-0,41%)
     
  • DOW JONES

    33.734,09
    -115,37 (-0,34%)
     
  • FTSE

    7.512,00
    +37,98 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    18.204,68
    +906,74 (+5,24%)
     
  • NIKKEI

    28.027,84
    -134,99 (-0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.513,50
    -102,75 (-0,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4740
    -0,0752 (-1,36%)
     

BofA vê pouco fôlego para rali do S&P mesmo com fluxo positivo

(Bloomberg) -- Os investidores globais voltaram à renda variável no ritmo mais rápido em cerca de oito meses, com sinais de que a inflação esfriou. Mas os estrategistas do Bank of America alertam que o rali terá vida curta, diante de riscos para os lucros e de bancos centrais firmes no aperto monetário.

Os fundos de ações globais registraram fluxo positivo de US$ 22,9 bilhões na semana encerrada em 16 de novembro, disse o banco, com base em dados da EPFR Global.

Na semana passada, o relatório de inflação mais lenta do que o esperado nos EUA alimentou apostas de que o Federal Reserve poderia sinalizar uma desaceleração no ritmo de alta de juros. Mas o otimismo esfriou desde então, depois que autoridades do Fed indicaram que há mais espaço para aumentar juros antes que haja uma desaceleração significativa nos preços ao consumidor.

Os estrategistas do Bank of America, liderados por Michael Hartnett, disseram que preveem uma virada na política monetária apenas em junho ou julho, e que esperar qualquer flexibilização antes disso seria um “grande erro”.

Na ausência de uma mudança de postura antecipada do Fed, “boa parte da recuperação do mercado de baixa ficou para trás”, disseram em nota.

A volatilidade do mercado se acalmou após fortes oscilações no início do ano. Pela primeira vez desde janeiro, o S&P 500 teve cinco sessões consecutivas com altas ou baixas diárias menores que 1%, e operadores esperam que as oscilações diminuam ainda mais nas próximas semanas.

Para o próximo ano, estrategistas como Michael Wilson do Morgan Stanley alertam para lucros corporativos mais fracos, que devem levar a perdas no mercado acionário antes de uma recuperação no segundo semestre.

A equipe do Bank of America também disse que, “ironicamente”, os lucros permanecerão sob pressão mesmo com a queda da inflação. Eles recomendam investir em títulos no primeiro semestre de 2023.

Os fundos globais de títulos tiveram entradas de US$ 4,2 bilhões na semana, enquanto US$ 3,7 bilhões saíram dos fundos de alta liquidez do mercado monetário, segundo os dados do Bank of America.

Na Europa, os resgates líquidos dos fundos de renda variável atingiram a 40ª semana consecutiva, a sequência mais longa já registrado, disse o banco.

--Com a colaboração de Thyagaraju Adinarayan, Jess Menton e Matt Turner.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.