Mercado abrirá em 5 h 9 min
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,26 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,77 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,60
    -1,49 (-1,62%)
     
  • OURO

    1.803,30
    -12,20 (-0,67%)
     
  • BTC-USD

    24.061,62
    -900,10 (-3,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    571,81
    +0,53 (+0,09%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,35 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.511,90
    +11,01 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    20.037,86
    -137,76 (-0,68%)
     
  • NIKKEI

    28.871,78
    +324,80 (+1,14%)
     
  • NASDAQ

    13.512,00
    -65,75 (-0,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1906
    -0,0129 (-0,25%)
     

BofA diz que é hora de realizar lucros com ações americanas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Bloomberg) -- Os investidores voltaram a evitar ações globais em favor de títulos, de acordo com estrategistas do Bank of America, que dizem que é hora de vender ações dos EUA após a forte alta em julho.

Os fundos de ações globais tiveram resgates líquidos de US$ 2,6 bilhões nos sete dias até 3 de agosto, de acordo com uma nota do banco, após os primeiros ingressos líquidos em seis semanas na semana passada. Os fundos de ações dos EUA sofreram resgates de US$ 1,1 bilhão e, enquanto US$ 4,1 bilhões ficaram em caixa, os títulos globais tiveram ingressos de cerca de US$ 12 bilhões, o maior volume desde novembro, disse o BofA, citando dados da EPFR Global.

O estrategista Michael Hartnett, que disse que a recente recuperação das ações foi mais um rali de mercado de baixa do que uma alta sustentada, reiterou que os investidores devem sair do índice S&P 500 a partir de um nível de 4.200 pontos, apenas 1,2% acima do último fechamento. Ele sustenta que o piso para o índice ficará abaixo de 3.600, ou 13% abaixo dos níveis atuais.

As ações dos EUA têm lutado para manter seu ímpeto em agosto, depois de subir em julho com uma temporada de lucros melhor do que o temido e apostas de que o Federal Reserve diminuiria o ritmo dos aumentos de juros. O Nasdaq 100 está quase 20% acima da mínima de junho, mas estrategistas disseram que as ações devem cair novamente até que as estimativas de lucro sofram rebaixamentos muito mais fortes.

O estrategista do HSBC, Max Kettner, um pessimista firme em relação às ações americanas este ano, também alerta para um fim abrupto do rali e mudou sua posição para exposição mínima. Já Marko Kolanovic, do JPMorgan, é um dos poucos estrategistas de primeira linha que prevê uma recuperação das ações americanas no segundo semestre.

Hartnett, do Bank of America, disse que, embora o sentimento dos investidores permaneça baixista, as posições vendidas foram cobertas. O estrategista espera que o S&P 500 seja negociado em uma faixa de 3.800 a 4.200 até a próxima decisão do Federal Reserve em 21 de setembro.

Enquanto isso, os estrategistas europeus do banco reduziram sua visão sobre renda variável na região para negativa, dizendo que as projeções macro apontam para uma queda de 10% nas ações até o final do ano. Os fundos de ações europeus tiveram saídas de US$ 3 bilhões na semana, a 25ª semana consecutiva de resgates, mostraram os dados sobre fluxos de fundos.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos